PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Menon


Menon

Brenner classifica São Paulo em jogo emocionante. Ceni continua freguês

Menon

Meu nome é Luis Augusto Símon e ganhei o apelido de Menon, ainda no antigo ginásio, em Aguaí. Sou engenheiro que nunca buscou o diploma e jornalista tardio. Também sou a prova viva que futebol não se aprende na escola, pois joguei diariamente, dos cinco aos 15 anos e nunca fui o penúltimo a ser escolhido no par ou ímpar. Aqui, no UOL, vou dar seguimento a uma carreira que se iniciou em 1988. com passagens pelo Trivela, Agora, Jornal da Tarde entre outros.

25/10/2020 23h19

Foram 19 pênaltis muito bem cobrados. Dez para o São Paulo e nove para o Fortaleza. Tiago Volpi pegou o outro, de Gabriel Dias e o São Paulo está classificado após empate por 2 x 2 contra o Fortaleza. É a quinta vez que ele enfrenta seu ex-time. Empatou duas e perdeu três.

Poderia ter sido mais fácil. Muito mais.

O São Paulo dominou o primeiro tempo. Marcou no campo do rival, com muita disposição. Sempre tinha superioridade nas disputas de bola.

E tinha Brenner. O garoto fez o primeiro. Dentro da área, como sempre. Desta vez, com dois toques.

No segundo tempo, o Fortaleza melhorou. E obrigou o São Paulo a recuar. Tiago Volpi fez grandes defesas. E então, Brenner fez o segundo. Um chute de artilheiro, sem deixar a bola cair. O oitavo gol nos últimos sete jogos.

Decidido?

Sim, mas Diego Costa falhou feio e o Fortaleza diminuiu. Faltavam 15 minutos e o São Paulo estava muito recuado. Até Arboleda entrou e formou uma linha de cinco.

Não aguentou. Sofreu o empate.

E veio o sufoco.

Volpi salvou e não deixou Brenner lamentar uma eliminação no dia em que fez dois gols.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Menon