PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Menon


Menon

Diniz tem chance de ouro de deslanchar. Se perder, vai para o lugar de Tite

Fernando Diniz - Rubens Chiri / saopaulofc.net
Fernando Diniz Imagem: Rubens Chiri / saopaulofc.net
Menon

Meu nome é Luis Augusto Símon e ganhei o apelido de Menon, ainda no antigo ginásio, em Aguaí. Sou engenheiro que nunca buscou o diploma e jornalista tardio. Também sou a prova viva que futebol não se aprende na escola, pois joguei diariamente, dos cinco aos 15 anos e nunca fui o penúltimo a ser escolhido no par ou ímpar. Aqui, no UOL, vou dar seguimento a uma carreira que se iniciou em 1988. com passagens pelo Trivela, Agora, Jornal da Tarde entre outros.

06/08/2020 15h17

Fernando Diniz foi mal no Furacão e chegou ao Fluminense. Foi mal no Fluminense e chegou só São Paulo. Um amigo meu, bem venenoso, acha que, se ele continuar perdendo assim, logo deixa o São Paulo e assume o lugar do Tite.

Brincadeira ou não, ele está em um dos maiores clubes do Brasil, dez dias após o maior vexame da história e a três dias do Brasileiro.

Um bom início é muito importante nos pontos corridos. Já indica onde o clube pode chegar. Quais são as suas pretensões.

O São Paulo, na sexta rodada, recebe o Corinthians. E, em seguida, visita o Galo. Duas pedreiras. E como chegará a estas partidas? Com que moral? Confiante? Em crise?

Depende das cinco primeiras rodadas. E a tabela pode ajudar o São Paulo. Não há nenhum concorrente ao título.

A estreia é contra o Goiás (fora). Em seguida, Fortaleza (casa), Vasco (fora), Bahia (casa) e Sport (fora). Qual destes times tem chances de chegar à Libertadores?

Com aplicação, juízo e sorte, o São Paulo pode ganhar 15 pontos e chegar voando contra o Corinthians.

Os jogadores precisam estar mentalizados sobre a importância do arranque inicial. E Fernando Diniz precisa entender que vitória é uma coisa muito importante.

É preciso defender a vitória. Ter um sistema defensivo que não permita tantos gols como os que o time tem sofrendo. Não é pecado ser mais defensivo ou jogar no contra-ataque em alguns jogos. Ou período de jogos.

Serão cinco jogos em 15 dias. Dá para revezar jogadores por causa das viagens. Usar reservas. Ter um bom planejamento. Utilizar o elenco todo.

Se fizer tudo isso, pode ter pelo menos onze pontos somados.

Caso contrário, pode chegar à seleção.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Menon