PUBLICIDADE
Topo

Mário Gobbi explica a contratação de Pato em 2013

Alexandre Pato se lamenta durante a partida entre Corinthians e Atlético-MG - Alan Morici/Brazil Photo Press/LatinContent/Getty Images
Alexandre Pato se lamenta durante a partida entre Corinthians e Atlético-MG Imagem: Alan Morici/Brazil Photo Press/LatinContent/Getty Images
Menon

Meu nome é Luis Augusto Símon e ganhei o apelido de Menon, ainda no antigo ginásio, em Aguaí. Sou engenheiro que nunca buscou o diploma e jornalista tardio. Também sou a prova viva que futebol não se aprende na escola, pois joguei diariamente, dos cinco aos 15 anos e nunca fui o penúltimo a ser escolhido no par ou ímpar. Aqui, no UOL, vou dar seguimento a uma carreira que se iniciou em 1988. com passagens pelo Trivela, Agora, Jornal da Tarde entre outros.

07/07/2020 04h00

Fiz uma pergunta a Mário Gobbi, candidato a presidente do Corinthians. O assunto é Alexandre Pato, que ele contratou em 2013 por 15 milhões de euros, equivalentes a R$ 40,5 milhões à época.

Foi um bom negócio?

"Então com 23 anos e destaque do futebol europeu, Alexandre Pato foi uma indicação do técnico campeão do mundo para manter o time em alto nível. Além dele, Gil e Renato Augusto também foram indicados por Tite. Para a contratação, o Corinthians possuía dinheiro em caixa, não precisou se endividar e ainda via potencial de lucro com uma futura venda, já que Pato era novo e frequentemente convocado para a seleção brasileira.

Infelizmente, Pato não teve o desempenho técnico esperado. No entanto, em 2014 emprestamos o atacante ao São Paulo e trouxemos Jadson em definitivo. Assim como vários outros jogadores que deram certo (como Ralf, Paulinho, Renato Augusto, Gil, etc), Jadson foi muito bem com a camisa do Corinthians e, sendo destaque, conquistou vários títulos: foram dois campeonatos brasileiros e três paulistas.

Como operação financeira, a contratação do Pato deu um prejuízo muito menor do que divulgam, já que o Corinthians vendeu o Jadson para o futebol chinês por R$ 21 milhões; e o Pato para a Espanha por quase R$ 11 milhões - vale lembrar que ele também recusou uma proposta do futebol chinês que renderia quase R$ 40 milhões para o clube. Então são quase R$ 32 milhões (Jadson + Pato) que também precisam ser lembrados."

Menon