PUBLICIDADE
Topo

São Paulo fará draft para completar time de basquete

Menon

Meu nome é Luis Augusto Símon e ganhei o apelido de Menon, ainda no antigo ginásio, em Aguaí. Sou engenheiro que nunca buscou o diploma e jornalista tardio. Também sou a prova viva que futebol não se aprende na escola, pois joguei diariamente, dos cinco aos 15 anos e nunca fui o penúltimo a ser escolhido no par ou ímpar. Aqui, no UOL, vou dar seguimento a uma carreira que se iniciou em 1988. com passagens pelo Trivela, Agora, Jornal da Tarde entre outros.

04/06/2020 17h41

Uma luz no final do túnel do basquete brasileiro. A Federação Paulista terá o seu campeonato em setembro e outubro e o NBB voltará na segunda quinzena de novembro.

Já há competições. Os clubes têm algo concreto para planejar o futuro. Os contratos em vigor terminam em 15 de junho e é hora de pensar no futuro. Quem continua (Flamengo, Franca, São Paulo, Unifacisa e Minas), quem terá time baseado em jovens(Paulistano), quem desiste (Botafogo)...

O São Paulo vai reduzir seu investimento. Proporá a redução salarial enquanto não houver jogo e depois, um novo contrato com corte de aproximadamente 25% em relação ao que paga atualmente.

O time está com uma base formada. Shamell, Jefferson e Georginho têm contrato até junho do próximo ano. A negociação com Renan está adiantada. Gérson, pivô de Rio Claro, pode chegar. E há negociação para manter Leo Meindl, que também negocia com a Espanha. Os jovens Danilo e Igor continuam. Jones, Holloway, Cassiano, Murilo e Kurtz vão sair.

Para completar o elenco do Paulista, o São Paulo pretende convidar jogadores sem contrato para uma temporada de treinamento, sob a supervisão de Claudio Mortari. Os que forem aprovados, assinam por três meses. E, durante o Paulistão, tentam garantir vaga no time que jogará o NBB.

Com o fechamento de muitos clubes, haverá muitos jogadores no mercado. Com certeza, haverá uma queda salarial. Nesse contexto, o São Paulo sonha com um bom armador para jogar em dupla com Georginho.

Menon