PUBLICIDADE
Topo

Ninguém segura, Brasil, zil, zil

Menon

Meu nome é Luis Augusto Símon e ganhei o apelido de Menon, ainda no antigo ginásio, em Aguaí. Sou engenheiro que nunca buscou o diploma e jornalista tardio. Também sou a prova viva que futebol não se aprende na escola, pois joguei diariamente, dos cinco aos 15 anos e nunca fui o penúltimo a ser escolhido no par ou ímpar. Aqui, no UOL, vou dar seguimento a uma carreira que se iniciou em 1988. com passagens pelo Trivela, Agora, Jornal da Tarde entre outros.

19/05/2020 20h11

Eu te amo meu Brasil, eu te amo
Meu coração é verde, amarelo, branco, azul-anil
Eu te amo, meu Brasil, eu te amo
Ninguém segura a pandemia do Brasil

Mil

Cento

Setenta

Nove

Mortos.

Nenhum ministro da Saúde

Zero.

Choraremos 20 mil mortos amanhã?

De quinta, não passa.

Não é questão de direita ou esquerda.

É a gestão, estúpido!!!

O que está sendo feito pelo presidente, legitimamente eleito?

Qual atitude? Qual resolução?

De onde ele tirou esta fé cega na hidroxicloroquina?

Estamos presos em casa, como neandertais na caverna.

Não há para onde correr.

Somos governados por...

Deixa prá lá.

Não há governo.

Só desespero.

E luto.

Menon