PUBLICIDADE
Topo

Menon


Daniel Alves é melhor que Cantillo

Jogadores do São Paulo comemoram gol de Daniel Alves contra o Oeste - Bruno Ulivieri/AGIF
Jogadores do São Paulo comemoram gol de Daniel Alves contra o Oeste Imagem: Bruno Ulivieri/AGIF
Menon

Meu nome é Luis Augusto Símon e ganhei o apelido de Menon, ainda no antigo ginásio, em Aguaí. Sou engenheiro que nunca buscou o diploma e jornalista tardio. Também sou a prova viva que futebol não se aprende na escola, pois joguei diariamente, dos cinco aos 15 anos e nunca fui o penúltimo a ser escolhido no par ou ímpar. Aqui, no UOL, vou dar seguimento a uma carreira que se iniciou em 1988. com passagens pelo Trivela, Agora, Jornal da Tarde entre outros.

22/02/2020 18h59

Antes do clássico entre Corinthians x São Paulo os amigos e grandes jornalistas Paulo Vinicius Coelho e Carlos Certo, além de Petkovic, fizeram no SporTV, uma comparação entre os dois times. Deu Corinthians 9 x 2. E o colombiano Cantillo venceu o duelo contra Daniel Alves.

Eu discordei, mesmo com a ressalva de que o voto era pelo momento de cada um e não pela carreira.

Daniel Alves é melhor. E está sendo melhor. Uma comparação entre os dois é forçar rivalidade.

E olha que Cantillo é muito bom!! Dá ótima saída de bola ao Corinthians e suas inversões de jogada são perfeitas.

Daniel é outro estilo. Corre mais, ocupa mais campo, desarma mais, passa mais e finaliza mais.

Fez uma partida muito boa contra o Oeste. Logo no início, um belo gol, sem deixar a bola cair, após o passe de Reinaldo. No segundo, roubou uma bola no ataque, serviu Pato e recebeu o passe na frente do goleiro.

Daniel está jogando muito. Tem pinta de ser o melhor jogador do campeonato e conduziu o São Paulo a uma vitória tranquilizadora.

Os 4 x 0 (há quanto tempo não se via isso) tiveram a marca de Pato. Fez dois e deu uma assistência. É um jogador muito técnico e Fernando Diniz fez muito bem em apostar nele e não em Pablo, para a volta de Antony.

Foi uma vitória redentora, mas não pode ser a única. O São Paulo ainda precisa melhorar muito até 5 de março, quando estreia, já em jogo decisivo, contra o Deportivo Binacional, no Peru.

Menon