PUBLICIDADE
Topo

Palmeiras e Corinthians acertam em cheio com Rony e Ederson

Ederson comemora seu gol de virada com Robinho durante partida contra o Corinthians - Daniel Vorley/AGIF
Ederson comemora seu gol de virada com Robinho durante partida contra o Corinthians Imagem: Daniel Vorley/AGIF
Menon

Meu nome é Luis Augusto Símon e ganhei o apelido de Menon, ainda no antigo ginásio, em Aguaí. Sou engenheiro que nunca buscou o diploma e jornalista tardio. Também sou a prova viva que futebol não se aprende na escola, pois joguei diariamente, dos cinco aos 15 anos e nunca fui o penúltimo a ser escolhido no par ou ímpar. Aqui, no UOL, vou dar seguimento a uma carreira que se iniciou em 1988. com passagens pelo Trivela, Agora, Jornal da Tarde entre outros.

21/02/2020 04h07

Ah, o termo "agregar valor". Péssimo. Vamos tentar falar de maneira mais fácil. Os elencos de Palmeiras e Corinthians vão melhorar muito com as chegadas de Rony e Ederson.

Rony só foi superado por Bruno Henrique no ano passado. Joga muito bem pelo lado esquerdo. Tem jogada de linha de fundo e também entra em diagonal, da esquerda para o centro.

Com ele, o Palmeiras deixa de ser um time manco, dependente de Dudu na direita. Luxemburgo já tentou vários jogadores, Verón foi o melhor, mas Rony é um jogador melhor. Não é promessa.

Ederson é um volante de alto nível. Marca bem, tem bom passe e projeção. É forte. Chega por cinco anos.

Cada vez que um torcedor do Cruzeiro vir um jogo do Corinthians ou do time europeu que o levar em pouco tempo, terá obrigação dos homens que roubaram o Cruzeiro nos últimos tempos.

Menon