Mauro Cezar Pereira

Mauro Cezar Pereira

Siga nas redes
Só para assinantesAssine UOL
OpiniãoEsporte

Na vitória do Flamengo, a cavada de Neymar

Neymar apareceu no Maracanã em Flamengo 2 x 1 Grêmio. Obviamente provocou o frenesi sobre a possibilidade de vestir a camisa rubro-negra, mesmo que isso hoje seja algo absolutamente distante.

O contrato do camisa 10 com o Al-Hilal vai até junho de 2025. Para contar com ele, o clube da Arábia Saudita pagou cerca de 90 milhões de euros ao Paris Saint-Germain, que o tirara do Barcelona por 222 milhões de euros.

Neymar foi parar no Oriente Médio depois que o clube francês sinalizou interesse em negociá-lo e nenhum grande clube europeu se habilitou a buscá-lo. E praticamente não jogou após sofrer grave lesão defendendo a seleção brasileira.

Em um ano ele poderá escolher o destino e sua aparição no Maracanã parece mesmo parte de uma estratégia. Se o mercado da Europa não sorri mais para ele, onde jogar se não ficar na bolha do futebol saudita?

Clube mais rico da América do Sul, o Flamengo é uma óbvia opção prioritária em caso de rertorno ao Brasil. A aparição da estrela no Maracanã não parece casual, até porque a velha megalonia rubro-negra segue viva.

Como já relatei antes, no clube carioca existem pessoas que alimentam o sonho de trazê-lo em algum momento. Mesmo sem saber que Neymar seria. O dos últimos anos não faz sequer 30 partidas por seu clube desde que deixou o Barcelona.

Neymar/jogos pelo PSG por temporada:
2018/2019 - 27
2019/2020 - 27
2020/2021 - 29
2021/2022 - 28
2022/2023 - 27

Siga o UOL Esporte no

Opinião

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Deixe seu comentário

Só para assinantes