PUBLICIDADE
Topo

Mauro Cezar Pereira

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Sofrimento do Galo com vaga via pênalti dificulta caminho do Palmeiras

De pênalti, Hulk garante vitória do Atlético-MG contra o Emelec, pela Libertadores - Staff Images / CONMEBOL
De pênalti, Hulk garante vitória do Atlético-MG contra o Emelec, pela Libertadores Imagem: Staff Images / CONMEBOL
só para assinantes

Mauro Cezar

05/07/2022 21h36

É inegável que o Palmeiras teve uma chave tranquila na fase de grupos da Libertadores. Não foi diferente nos últimos dois anos, em especial em toda a caminhada para a final de 2020, exceto pelo embate com o River Plate.

E o atual bicampeão chegou a flertar com mais um oponente menos complicado. Sim, pois a classificação nesta quarta-feira, contra o Cerro Porteño, será uma formalidade. O time entrará em campo ganhando por 3 a 0, placar construído na ida, em Assunção.

Tudo porque o Atlético Mineiro precisou de um pênalti para vencer o Emelec por 1 a 0. No Equador os times empataram em 1 a 1. Caso o placar não se movimentasse, os times disputariam a vaga nos pênalti, e a equipe de Guayaquil seria, para o Palmeiras, um adversário bem mais fácil do que o Galo.

O jogo mostrou, mais uma vez, que os atleticanos vêm acumulando vitórias (cinco nos seis últimos jogos) mas não têm feito boas partidas. A individualidade pesou mais do que o jogo coletivo, embora deva se ressaltar os desfalques do time de Antonio "Turco" Mohamed neste cotejo.

Mas se o Galo não faz grandes pedidas aa exibições do Palmeiras também não têm sido tão boas como em outros momentos da temporada. Como o duelo que deve se confirmar na noite de quarta será apenas em agosto, muita coisa acontecerá até lá.

Siga Mauro Cezar no Twitter

Siga Mauro Cezar no Instagram

Siga Mauro Cezar no Facebook

Inscreva-se no Canal Mauro Cezar no YouTube