PUBLICIDADE
Topo

Mauro Cezar Pereira

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Só tirar o Gaciba resolve? Brasil lidera ranking de faltas. Vergonhosamente

Árbitros brasileiros são os que mais marcam faltas e apresentam muito mais cartões do que ingleses e alemães - Jorge Rodrigues/AGIF
Árbitros brasileiros são os que mais marcam faltas e apresentam muito mais cartões do que ingleses e alemães Imagem: Jorge Rodrigues/AGIF
Conteúdo exclusivo para assinantes
Mauro Cezar Pereira

Mauro Cezar Pereira nasceu em Niterói (RJ) e é jornalista desde 1983, com passagens por vários veículos, como as Rádios Tupi e Sistema Globo. Escreveu em diários como O Globo, O Dia, Jornal dos Sports, Jornal do Brasil e Valor Econômico; além de Placar e Forbes, entre outras revistas. Na internet, foi editor da TV Terra (portal Terra), Portal AJato e do site do programa Auto Esporte, da TV Globo. Trabalhou nas áreas de economia e automóveis, entre outras, mas foi ao segmento de esportes que dedicou a maior parte da carreira. Lecionou em faculdades de Jornalismo e Rádio e TV. Colunista de O Estado de S. Paulo e da Gazeta do Povo, desde 2004 é comentarista dos canais ESPN.

16/11/2021 08h56

Leonardo Gaciba caiu. O ex-árbitro de futebol que ao pendurar o apito virou comentarista, analisando os ex-colegas, assumiu o comando da comissão de arbitragem da CBF em abril de 2009 e foi demitido na sexta-feira. Mas sua saída em nada soluciona os graves problemas do apito nacional, pois a cultura que impera por aqui é do intervencionismo, do VAR que busca protagonismo e juízes que marcam falta a qualquer esbarrão. Mas de que adianta a saída de um e a entrada de outro(s) ex-apitador(es) brasileiros na função?

Alício Pena Júnior substituiu Gaciba. É outro ex-árbitro, da Fifa de 2003 a 2009, o que na prática não muda muito, talvez não altere nada. Pois a cultura de praticamente todos eles no Brasil é das faltinhas, do "controle do jogo", como dizem as "centrais do apito" por aí. Um desastre. Por isso sugeri no podcast Posse de Bola (video abaixo) comando estrangeiro para a arbitragem nacional. Alguém de fora, que venha de um país onde falta é falta, não faltinha, e o VAR se conforme em ser discreto coadjuvante, jamais o protagonista.

Levantamento da Opta Sports mostra que em nenhuma liga relevante são marcadas faltas em quantidade como no Campeonato Brasileiro. A cada duas infrações assinaladas no campeonato inglês, praticamente três são decretadas no Brasil. Isso depois de os índices caírem por aqui nos últimos anos. Veja:

Faltas por jogo*
Campeonato Brasileiro: 29,8
Serie A/Itália: 27,3
La Liga/Espanha: 26,7
Bundesliga/Alemanha: 24,3
Ligue 1/França: 23,4
Premier League/Inglaterra: 20,3

Além disso, no Top 10 dos jogos com mais faltas nessas seis ligas na temporada, oito são do Brasileirão, algo que chega a constranger. Apenas o campeonato espanhol conseguiu colocar duas partidas nessa lista.

Jogos com mais faltas:
Juventude x América - Brasileirão: 50
Sevilla x Valencia - LaLiga: 46
Flamengo x Palmeiras - Brasileirão: 46
Internacional x São Paulo - Brasileirão: 45
Fluminense x Ceará - Brasileirão: 45
Corinthians x Fortaleza - Brasileirão: 44
Internacional x América Brasileirão: 44
Cuiabá x Flamengo - Brasileirão: 44
Mallorca x Levante - LaLiga: 43
Santos x São Paulo - Brasileirão: 42

Já nos 13 jogos com menos faltas, apenas um é do Brasileirão. O campeonato inglês tem muito mais da metade, com nove partidas, uma delas com seis (isso mesmo, meia dúzia), dois são do alemão e um é do francês.

Jogos com menos faltas:
Everton x West Ham United - Premier League: 6
Newcastle United x West Ham United - Premier League: 7
Everton x Burnley - Premier League: 9
Bayern Munique x Hertha Berlim - Bundesliga: 9
Arsenal x Crystal Palace - Premier League: 11
Manchester United x Newcastle United - Premier League: 11
Borussia Mönchengladbach x Bayern Munique - Bundesliga: 11
Manchester City x Arsenal - Premier League: 12
Corinthians x Fluminense - Brasileirão: 13
West Ham United x Manchester United - Premier League: 13
Liverpool x Brighton and Hove Albion - Premier League: 13
Rennes x Paris Saint-Germain- Ligue 1: 13
Brighton and Hove Albion x Arsenal - Premier League: 13

Nos cartões os árbitros brasileiros são superados em alguns campeonatos onde os apitadores são mais fartos nas advertências e também nas expulsões. Mesmo assim, seguem com números bem diferentes no comparativo com os certames de Alemanha e Inglaterra.

Cartões amarelos por jogo:

  1. LaLiga: 4,87
  2. Serie A: 4,78
  3. Brasileirão: 4,39
  4. Premier League: 3,71
  5. Bundesliga: 3,67
  6. Ligue 1: 3,66

Cartões vermelhos por jogo:

  1. Ligue 1: 0,28
  2. Serie: 0,25
  3. LaLiga: 0,24
  4. Brasileirão: 0,22
  5. Premier League: 0,15
  6. Bundesliga: 0,13

Obs: estatísticas e listas atualizadas em 12 de novembro.

Fica a pergunta: tirar o Leonardo Gaciba da comissão de arbitragem da CBF resolve se o substituto vem da mesma "escola"?

Siga Mauro Cezar no Twitter

Siga Mauro Cezar no Instagram

Siga Mauro Cezar no Facebook

Inscreva-se no Canal Mauro Cezar no YouTube