PUBLICIDADE
Topo

Mauro Cezar Pereira

Substituto do técnico demitido sem estrear tem 7 dias até encarar o campeão

Eduardo Barroca está de volta ao Botafogo - GettyImages
Eduardo Barroca está de volta ao Botafogo Imagem: GettyImages
Mauro Cezar Pereira

Mauro Cezar Pereira nasceu em Niterói (RJ) e é jornalista desde 1983, com passagens por vários veículos, como as Rádios Tupi e Sistema Globo. Escreveu em diários como O Globo, O Dia, Jornal dos Sports, Jornal do Brasil e Valor Econômico; além de Placar e Forbes, entre outras revistas. Na internet, foi editor da TV Terra (portal Terra), Portal AJato e do site do programa Auto Esporte, da TV Globo. Trabalhou nas áreas de economia e automóveis, entre outras, mas foi ao segmento de esportes que dedicou a maior parte da carreira. Lecionou em faculdades de Jornalismo e Rádio e TV. Colunista de O Estado de S. Paulo e da Gazeta do Povo, desde 2004 é comentarista dos canais ESPN.

27/11/2020 19h05

Com a demissão de Ramón Diaz antes mesmo de assumir o elenco, o Botafogo tem Eduardo Barroca de volta. Ele retorna ao clube 418 dias depois de ser demitido após uma série de resultados negativos. O treinador começou o Campeonato Brasileiro no Coritiba, pelo qual foi vice-campeão paranaense neste ano, e assumiu o Vitória após ser dispensado.

Nove jogos (um triunfo apenas) depois, ele deixa o clube baiano para sua segunda passagem como treinador profissional do time da estrela solitária, mais uma vez em crise e precisando escapar das últimas posições para não voltar à segunda divisão. Barroca estreia contra o Flamengo, no dia 5, sábado, como mandante, e conversou com o blog.

Quais os remanescentes do elenco que reencontrou?
Cerca de 70% do grupo, trabalhei com eles no Botafogo ou em outros clubes.

Dará tempo de colocar em prática suas propostas até a estreia contra o Flamengo, no Estádio Nilton Santos?
Terei sete dias, vou praticar.

Posse de bola para controlar o jogo ou algo mais reativo, o que imaginas?
Aproveitar uma linha de quatro da qual quase todos jogaram comigo. Vítor Luís pouco. Mas Marcinho, Marcelo e Kanu eram meus titulares no Sub-20. E mais, o Caio Alexandre também, Pedro Raul foi meu titular no Atlético Goianiense, Forster jogou comigo no Audax. Existe uma base que conhece a minha forma de pensar o jogo. Preciso chegar lá e ter o diagnóstico rápido do ambiente e da reação deles às minhas cobranças. Terei sete dias

Você tem visto todos os os jogos do Botafogo?
Não vi contra o Galo (derrota por 2 a 1 para o Atlético, quarta-feira, em Belo Horizonte). Mas já recebi o material. Vi as partidas anteriores.

Siga Mauro Cezar no Twitter

Siga Mauro Cezar no Instagram

Siga Mauro Cezar no Facebook

Inscreva-se no Canal Mauro Cezar no YouTube

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL