PUBLICIDADE
Topo

No São Paulo, Leco inclinado a demitir Diniz. Raí tenta manter o técnico

Fernando Diniz, técnico do São Paulo - GettyImages
Fernando Diniz, técnico do São Paulo Imagem: GettyImages
Mauro Cezar Pereira

Mauro Cezar Pereira nasceu em Niterói (RJ) e é jornalista desde 1983, com passagens por vários veículos, como as Rádios Tupi e Sistema Globo. Escreveu em diários como O Globo, O Dia, Jornal dos Sports, Jornal do Brasil e Valor Econômico; além de Placar e Forbes, entre outras revistas. Na internet, foi editor da TV Terra (portal Terra), Portal AJato e do site do programa Auto Esporte, da TV Globo. Trabalhou nas áreas de economia e automóveis, entre outras, mas foi ao segmento de esportes que dedicou a maior parte da carreira. Lecionou em faculdades de Jornalismo e Rádio e TV. Colunista de O Estado de S. Paulo e da Gazeta do Povo, desde 2004 é comentarista dos canais ESPN.

23/09/2020 04h00

A permanência de Fernando Diniz como técnico do São Paulo está nas mãos do presidente Carlos Augusto de Barros e Silva. Leco contraiu a Covid-19, deixou a UTI na segunda-feira, mas segue no hospital, agora no quarto, em recuperação. As pressões pela demissão cresceram. O blog apurou que, após a derrota para a LDU, o mandatário estaria inclinado pela saída.

Diretor de futebol, Raí defende a continuidade do trabalho, mas a palavra final será do mandatário. Contudo, não se sabe se irá tomar alguma decisão antes de receber alta. O placar de 4 a 2 imposto pela LDU, em Quito, na noite de terça-feira, deixou o time muito próximo da eliminação na Libertadores.

O ex-camisa 10 e agora dirigente tenta manter Diniz pelo menos até a partida contra o River Plate, quarta-feira da semana que vem, na Argentina. No clube, algumas correntes questionam quem o substituiria e até que ponto faria sentido mudar de técnico a meses do encerramento do mandato de Leco.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL