PUBLICIDADE
Topo

Mauro Cezar Pereira

Vasco assume liderança com menos um jogo. São Paulo empata e põe Fla no Z-4

Jogadores do Vasco comemoram - Kely Pereira/AGIF
Jogadores do Vasco comemoram Imagem: Kely Pereira/AGIF
Conteúdo exclusivo para assinantes
Mauro Cezar Pereira

Mauro Cezar Pereira nasceu em Niterói (RJ) e é jornalista desde 1983, com passagens por vários veículos, como as Rádios Tupi e Sistema Globo. Escreveu em diários como O Globo, O Dia, Jornal dos Sports, Jornal do Brasil e Valor Econômico; além de Placar e Forbes, entre outras revistas. Na internet, foi editor da TV Terra (portal Terra), Portal AJato e do site do programa Auto Esporte, da TV Globo. Trabalhou nas áreas de economia e automóveis, entre outras, mas foi ao segmento de esportes que dedicou a maior parte da carreira. Lecionou em faculdades de Jornalismo e Rádio e TV. Colunista de O Estado de S. Paulo e da Gazeta do Povo, desde 2004 é comentarista dos canais ESPN.

20/08/2020 21h58

O Vasco divide a liderança do Campeonato Brasileiro com Atlético Mineiro e Internacional, todos com nove pontos. Pelos critérios de desempate, o time carioca está à frente - e os vascaínos, que venceram o Ceará, fora de casa, têm um jogo a menos. Ao ceder o empate ao São Paulo o Bahia perdeu a chance de ser mais um na ponta. Com o resultado do time paulista, o Flamengo fecha a rodada na zona do rebaixamento, em 17º lugar.

As partidas começaram simultaneamente: no Morumbi, São Paulo 1 x 1 Bahia, em Fortaleza, Ceará 0 x 3 Vasco. Os roteiros foram bem previsíveis. Tricolor paulista com a bola, finalizando muito e não chegando ao gol, como na derrota de domingo para os vascaínos, gols de Germán Cano.

No primeiro tempo, o Bahia finalizou duas vezes no alvo, na primeira Tiago Volpi defendeu pênalti batido por Gilberto, na segunda, gol de Rossi, abrindo o placar. Na mesma metade de partida foram 12 arremates são-paulinos, nenhum na direção da meta defendida por Douglas.

No nordeste, o Ceará tinha mais a bola. O Vasco finalizou uma vez apenas no primeiro tempo contra seis. Aos 23 da etapa final, a bola roubada na área por Benítez chegou a Andrey, que serviu Cano. Uma chance é do que ele precisa, como já se sabe. E no primeiro tiro no alvo fez 1 a 0.

Dez minutos depois, no segundo chute vascaíno na direção certa, Felipe Bastos, em belíssimo arremate, ampliou. Ele e Cano tinham marcado todos os gols do time dirigido por Ramon Menezes no campeonato, três cada. Mas Ribamar ainda ampliou. Detalhe: no terceiro arremate certo do Vasco no jogo: 100% dos pontos ganhos e 100% de aproveitamento nas finalizações.

follow us on Twitter follow me on youtube follow me on facebook follow us on instagram follow me on google plus