PUBLICIDADE
Topo

Dudu entre o Palmeiras e o Qatar: situação incompatível com papel de ídolo

Dudu quer ser negociado pelo Palmeiras - GettyImages
Dudu quer ser negociado pelo Palmeiras Imagem: GettyImages
Mauro Cezar Pereira

Mauro Cezar Pereira nasceu em Niterói (RJ) e é jornalista desde 1983, com passagens por vários veículos, como as Rádios Tupi e Sistema Globo. Escreveu em diários como O Globo, O Dia, Jornal dos Sports, Jornal do Brasil e Valor Econômico; além de Placar e Forbes, entre outras revistas. Na internet, foi editor da TV Terra (portal Terra), Portal AJato e do site do programa Auto Esporte, da TV Globo. Trabalhou nas áreas de economia e automóveis, entre outras, mas foi ao segmento de esportes que dedicou a maior parte da carreira. Lecionou em faculdades de Jornalismo e Rádio e TV. Colunista de O Estado de S. Paulo e da Gazeta do Povo, desde 2004 é comentarista dos canais ESPN.

05/07/2020 12h25

Há quase três semanas, Dudu procurou a diretoria do Palmeiras e comunicou: uma proposta do Al-Duhail estaria a caminho e ele já tomara importante decisão: aceitá-la. Ocorre que o clube do Qatar ainda não formalizou o interesse e os comentados cerca de 13 milhões de euros (R$ 77,67 milhões) não foram acenados pelos árabes. Em suma, o principal jogador palmeirense dos últimos anos está no sai-não-sai, situação desconfortável e sem grandes alternativas caso o time de Doha não venha mesmo atrás dele.

Sexta-feira houve uma reunião entre Dudu, representantes do jogador e diretoria do clube e o atleta voltou a pedir que fosse negociado. Ouviu que o Palmeiras já recebera tal pedido dele há mais de 15 dias e faltava a formalização da proposta pelo clube árabe. No sábado o entendimento ficou mais próximo, mas a proposta formal ainda é esperada para o começo da semana. Enquanto ela não chega, o negócio não avança e o impasse persiste. Situação nada agradável em se tratando do principal nome do elenco.

Como o UOL Esporte publicou, a Fifa alterou as datas das janelas de contratações. O mercado do Qatar vai abrir em 3 de agosto, com prazo para negociações terminando em 25 de outubro, e não mais de 15 de julho a 30 de setembro. Mais prazo para os qataris. Paralelamente, o Al-Duhail negociou, em comum acordo, a saída do atacante Mario Mandzukic. Sem o croata, o cenário pode clarear para Dudu e Palmeiras, por outro lado os árabes ganharam mais tempo para transitar no mercado.

Há alguns dias, a imprensa do Reino Unido publicou que o mesmo time do Qatar tentou a contratação de Alfredo Morelos, artilheiro colombiano do Rangers, da Escócia, 24 anos e 29 gols na temporada recém-encerrada. Ele teria recusado. Ficou evidente que Dudu não era nome único na pauta dos árabes. Enquanto o atleta pede para sair, o Palmeiras espera que o Ah-Duhail formalize o interesse e apresente uma proposta financeira para levar o camisa 7 para o Oriente Médio. Situação nada compatível com a de um ídolo como ele.

follow us on Twitter follow me on youtube follow me on facebook follow us on instagram follow me on google plus

Mauro Cezar Pereira