PUBLICIDADE
Topo

Globo mantém remota esperança de impedir que o Fla transmita o jogo de hoje

Flamengo anuncia transmissão do jogo com ressalva: "Dependendo de ação judicial" - Reprodução
Flamengo anuncia transmissão do jogo com ressalva: "Dependendo de ação judicial" Imagem: Reprodução
Mauro Cezar Pereira

Mauro Cezar Pereira nasceu em Niterói (RJ) e é jornalista desde 1983, com passagens por vários veículos, como as Rádios Tupi e Sistema Globo. Escreveu em diários como O Globo, O Dia, Jornal dos Sports, Jornal do Brasil e Valor Econômico; além de Placar e Forbes, entre outras revistas. Na internet, foi editor da TV Terra (portal Terra), Portal AJato e do site do programa Auto Esporte, da TV Globo. Trabalhou nas áreas de economia e automóveis, entre outras, mas foi ao segmento de esportes que dedicou a maior parte da carreira. Lecionou em faculdades de Jornalismo e Rádio e TV. Colunista de O Estado de S. Paulo e da Gazeta do Povo, desde 2004 é comentarista dos canais ESPN.

01/07/2020 10h32

A Globo ainda tenta impedir a exibição do jogo Flamengo x Boavista pelo canal rubro-negro no YouTube, que anuncia desde sexta-feira, a transmissão pela Fla TV. Apesar do desânimo provocado pela derrota na justiça sofrida segunda-feira, seu departamento jurídico ainda trabalha no sentido de preservar o que a empresa entende com seus direitos. Mas a expectativa não é das maiores.

A ação inicial da Globo é de quarta-feira passada. Foi dada entrada dois dias antes de o Flamengo anunciar que faria a transmissão da partida pelos seus canais. Após a negativa do juiz, a companhia entrou com recurso, que pode ter uma definição judicial antes da partida, ou não. Não por acaso o clube anuncia o jogo com uma ressalva: "Dependendo de ação judicial".

A Globo comprou os direitos de transmissão do Campeonato Estadual do Rio de Janeiro de todos os clubes, exceto o Flamengo. Pela lei vigente até então, para exibir um jogo de futebol os dois participantes precisavam estar de acordo. Com a medida provisória assinada pelo presidente da República no mês passado, o mandante passou a ter 100% do poder decisão.

A empresa alega que a MP não pode vigorar em certame que teve os direitos negociados antes de sua emissão. Os rubro-negros, obviamente, entendem o inverso disso. Até agora, a justiça vai dando vitória (parcial) aos dirigentes flamenguistas. A batalha deverá se estender, naturalmente, a outros jogos do Carioca 2020 dos quais o atual campeão for mandante.

follow us on Twitter follow me on youtube follow me on facebook follow us on instagram follow me on google plus

Mauro Cezar Pereira