PUBLICIDADE
Topo

Marcel Rizzo

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Copa América feminina de futebol dará duas vagas diretas aos Jogos de Paris

Seleção feminina enfrentou a Dinamarca em amistoso na sexta-feira - Divulgação/CBF/Lucas Figueiredo
Seleção feminina enfrentou a Dinamarca em amistoso na sexta-feira Imagem: Divulgação/CBF/Lucas Figueiredo
Marcel Rizzo

Marcel Rizzo - Formado em jornalismo em 2000 pela PUC Campinas, passou pelas redações do Lance!, Globoesporte.com, Jornal da Tarde, Portal iG e Folha de S. Paulo, no qual editou a coluna Painel FC. Cobriu Copas do Mundo, Olimpíada e dezenas de outros eventos esportivos.

Colunista do UOL

28/06/2022 09h58

A Copa América feminina de futebol, que será disputada na Colômbia entre 8 e 30 de julho, dará duas vagas diretas aos Jogos Olímpicos de 2024, em Paris, ao campeão e ao vice. A Fifa informou em carta à Conmebol de que o segundo sul-americano indicado não precisará mais passar por uma repescagem, como ocorreu para os Jogos de Tóquio-2020, que por causa da pandemia foi em 2021.

A Conmebol alterou o regulamento da Copa América, no artigo 14, que anteriormente dizia que a segunda vaga olímpica teria que ser disputada em uma repescagem mundial. Os classificados em terceiro, quarto e quinto do torneio irão para os Jogos Pan-Americanos de 2023, em Santiago. Como o Chile, país-sede, já está classificado, caso ocupe uma dessas posições a vaga será do colocado na posição seguinte.

A Copa América também classificará para a Copa do Mundo, que será disputada entre julho e agosto de 2023 na Austrália e na Nova Zelândia. Os três primeiros garantem vaga direta no torneio que pela primeira vez será disputado por 32 seleções. Já quarto e quinto colocados jogarão uma repescagem mundial no início do ano que vem, nas sedes do Mundial.

A seleção brasileira está no Grupo B da Copa América, ao lado de Uruguai, Argentina, Venezuela e Peru — no A estão Colômbia, Bolívia, Equador, Chile e Paraguai. A estreia na Copa América será em 9 de julho contra a Argentina, em Armenia.