Topo
REPORTAGEM

Mundial: não vacinados do Chelsea são liberados de cumprir quarentena

Thomas Tuchel, treinador do Chelsea, está preocupado com jogadores não vacinados Imagem: GettyImages
Marcel Rizzo

Colunista do UOL

27/01/2022 14h13

Desde o início de janeiro, o Reino Unido saiu da lista verde de países em que viajantes podem entrar com mais facilidade em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos, conforme protocolo de segurança da covid-19. Isso causou um problema para a Fifa, que organizará seu Mundial de Clubes na cidade entre 3 e 12 de fevereiro: membros não vacinados da delegação do Chelsea, da Inglaterra, teriam que cumprir dez dias de quarentena no hotel ao desembarcar, o que inviabilizaria a participação no campeonato.

Um acordo entre a federação internacional e o governo local, entretanto, dará isenção dessa quarentena a integrantes dos clubes que participação do Mundial. Membros não vacinados, incluindo jogadores, terão uma rotina de testes para convid-19 mais rigorosa do que os vacinados, mas poderão circular pela cidade para treinar e jogar. Isso se estenderá a clubes de outros países fora da lista verde de Abu Dhabi, como o Monterrey (México), o AS Pirae (Taiti) e o Al Ahly (Egito).

  • De segunda a sexta, às 17h, o Canal UOL traz, ao vivo, as últimas informações do mercado da bola. Inscreva-se no YouTube de UOL Esporte e confira também as lives dos clubes, Posse de Bola e UOL News Esporte:

O Brasil se mantém na lista verde, o que isenta o Palmeiras de um protocolo mais rigoroso e também aqueles torcedores que pretendem viajar a Abu Dhabi. Mesmo não vacinados não precisam de quarentena, mas precisam realizar testes para covid-19 na chegada ao país e seis dias depois do desembarque.

Para entrar nos jogos é preciso ter um teste negativo feito até 48 horas antes do jogo, inclusive para vacinados — menores de 12 anos precisam ter ao menos uma dose do imunizante para entrar nas arenas.

Segundo o jornal inglês The Guardian, vários jogadores do Chelsea não têm a vacina — nomes não foram revelados. Se o imbróglio do Mundial foi resolvido, na Liga dos Campeões o clube inglês pode ter problemas para jogar na França contra o Lille, em 16 de março, seu rival nas oitavas de final. O governo francês exige a vacina e o técnico Thomas Tuchel já disse que os não vacinados sabem da responsabilidade que têm.

O Chelsea pode ser o rival do Palmeiras na final do Mundial, dia 12 de fevereiro. Os brasileiros estreiam na semifinal dia 8, contra o vencedor de Monterrey e Al Ahly, enquanto os ingleses jogam sua semi no dia 9 contra Al Hilal (Arábia Saudita), Al Jazira (Emirados Árabes) ou AS Pirae.

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Mundial: não vacinados do Chelsea são liberados de cumprir quarentena - UOL

Obs: Link e título da página são enviados automaticamente ao UOL


Marcel Rizzo