PUBLICIDADE
Topo

Marcel Rizzo

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Veja quantos ingressos foram vendidos para a Libertadores; Fla lotará setor

Estádio Centenário, em Montevidéu, palco da final da Libertadores no sábado - Nicolás Celaya/Xinhua
Estádio Centenário, em Montevidéu, palco da final da Libertadores no sábado Imagem: Nicolás Celaya/Xinhua
Marcel Rizzo

Marcel Rizzo - Formado em jornalismo em 2000 pela PUC Campinas, passou pelas redações do Lance!, Globoesporte.com, Jornal da Tarde, Portal iG e Folha de S. Paulo, no qual editou a coluna Painel FC. Cobriu Copas do Mundo, Olimpíada e dezenas de outros eventos esportivos.

Colunista do UOL

24/11/2021 15h22

A torcida do Flamengo vai lotar seu setor reservado no estádio Centenário no sábado (27), enquanto os palmeirenses ainda estão longe da marca. A coluna obteve o número aproximado de ingressos vendidos até esta terça-feira (23) para os torcedores de cada finalista da Libertadores e para a tribuna mista — em seu blog, o jornalista Danilo Lavieri já havia contado que flamenguistas adquiriram mais bilhetes do que os fãs do Palmeiras.

Até o momento, o panorama está assim — as áreas exclusivas dos clubes estão atrás dos gols a preço de US$ 200 (R$ 1.100):

- Setor Colombes (Flamengo) -- 11,9 mil ingressos vendidos
- Setor Amsterdam (Palmeiras) - 7,8 mil entradas vendidas

Torcedores brasileiros têm adquirido também ingressos que são vendidos ao público geral para a Tribuna Olímpica, setor central do estádio e que tem preços variando de US$ 300 (R$ 1.680) a US$ 500 (R$ 2.800). São cerca de 23,9 mil bilhetes para a área e, segundo apurou a coluna, aproximadamente 15 mil já foram negociados.

Não há como saber se os brasileiros que compraram para o setor misto são flamenguistas ou palmeirenses, mas levando em conta a maior venda aos torcedores do clube carioca para as áreas específicas, as autoridades uruguaias trabalham com maior número de flamenguistas também nessa tribuna.

Por isso já preparam uma divisão na Olímpica em que os fãs do Flamengo fiquem do lado mais próximo da Colombes, em um espaço maior, os neutros (residentes no Uruguai) mais centralizados e os palmeirenses no outro canto, mais perto da arquibancada Amsterdam. A estimativa uruguaia é de mais de 20 mil flamenguistas e de 10 mil palmeirenses dentro do estádio — muitas pessoas devem viajar ao Uruguai sem entradas, que estão caras, apenas para "curtir" o clima de decisão próximas ao Centenário.

Apesar de o Centenário ter capacidade para 60 mil espectadores, a Conmebol não venderá todos esses assentos por algumas razões. Há bloqueio de cadeiras por questões de segurança, para divisão de setores, e também partes que são transformadas em camarotes e áreas VIP, o que também obstrui assentos.

Estima-se que estão à venda 48 mil ingressos, entre aqueles destinados aos clubes, aos residentes no Uruguai e parte da tribuna que não inclui a hospitalidade. O restante estará com a Conmebol para autoridades e convidados que ficarão na Tribuna América.

Há preocupação com brigas entre os torcedores dos finalistas da Libertadores, por isso até os locais de concentração de cada um deles na cidade serão em pontos distantes e, para os organizados, as escoltas até o Centenário terão horários e trajetos diferentes.