PUBLICIDADE
Topo

Fifa começa a adiar janela de transferência europeia a outubro. E o Brasil?

Cristiano Ronaldo, da Juventus. Campeonato Italiano é a primeira grande liga com janela estendida a outubro - GettyImages
Cristiano Ronaldo, da Juventus. Campeonato Italiano é a primeira grande liga com janela estendida a outubro Imagem: GettyImages
Marcel Rizzo

Marcel Rizzo - Formado em jornalismo em 2000 pela PUC Campinas, passou pelas redações do Lance!, Globoesporte.com, Jornal da Tarde, Portal iG e Folha de S. Paulo, no qual editou a coluna Painel FC. Cobriu Copas do Mundo, Olimpíada e dezenas de outros eventos esportivos.

Colunista do UOL

19/06/2020 11h00

A Fifa começou a estender para outubro a janela de transferências dos principais campeonatos da Europa. Na Itália, a entidade avisou nesta sexta (19) que os clubes poderão registrar atletas de 1º de setembro a 5 de outubro — inicialmente a data prevista era de 1º de julho a 2 de setembro.

Outras ligas europeias devem ter alterações nas próximas semanas. No Brasil ainda não há confirmação se mudará, mas com o atraso do início do Brasileiro não é impossível que a Fifa também modifique a janela do meio do ano por aqui prevista de 1º a 31 de julho.

A pandemia do novo coronavírus, que paralisou o futebol no mundo todo este primeiro semestre de 2020, bagunçou o calendário. As principais ligas da Europa ficaram três meses paradas e a maioria retomou agora, para finalizar suas temporadas 2019/2020.

Todas terminarão, portanto, além da data prevista e por isso a Fifa entende que é preciso ajustar as janelas de transferências para que as negociações ocorram em datas mais próximas da temporada 2020/2021, que deve atrasar para começar.

Já houve ajustes há algumas semanas. Na França, que decidiu cancelar definitivamente sua temporada e declarar o PSG campeão, a Fifa colocou a janela de 29 de junho a 1º de setembro — anteriormente ela começaria em 10 de junho. Mas provavelmente terá que haver nova mudança, estendendo para outubro para se equiparar às outras ligas.

Por enquanto, dentre as principais do continente, somente a italiana mudou para outubro, mas espera-se que nas próximas semanas a alemã, a inglesa, a francesa e a espanhola sigam o mesmo caminho. Alguns torneios médios, como os da Suíça e da Sérvia, já tiveram suas janelas estendidas para outubro.

E no Brasil? A janela de transferências por aqui, devido ao modelo de calendário, é diferente da Europa. Como os campeonatos começam entre janeiro e fevereiro e terminam em dezembro, o período de negociações mais longo é o do começo do ano, que vai de janeiro a abril. O de intertemporada, mais curto, é o próximo, de 1º a 31 de julho e é esse que pode ter alteração — a princípio, porém, está mantida essa data.

O Campeonato Brasileiro deveria ter começado em maio, mas ainda não tem data devido à pandemia — o Brasil está em estágio diferente da Europa com relação à Covid-19, com mais casos e mortes. Por isso a Fifa vai esperar ter uma data para início da competição para discutir a situação do Brasil.

Se o torneio for começar, por exemplo, em meados de agosto, uma data que é discutida internamente na CBF, é possível que a janela brasileira seja estendida de julho para até o fim de agosto. Haverá conversa entre a confederação brasileira e os clubes para saber se será vantajosa uma mudança.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL.