Juca Kfouri

Juca Kfouri

Siga nas redes
Só para assinantesAssine UOL
Opinião

Um sonho corintiano: Duílio Monteiro Alves expulso e Augusto Melo impedido

Durante quase 23 anos, entre 1955 e 1977, o corintiano sonhou em poder soltar o grito de campeão.

Basílio realizou o sonho no Campeonato Paulista de 1977, sobre a Ponte Preta.

Foi o 16º título e hoje o clube tem 30.

Durante 19 anos, entre 1971 e 1990, o corintiano sonhou em ser campeão brasileiro.

Tupãzinho realizou o sonho no Brasileirão de 1990, sobre o São Paulo.

De lá para cá o Corinthians ganhou mais seis títulos.

Durante 52 anos, entre 1960 e 2012, o corintiano sonhou com a Libertadores.

Romarinho e Emerson Sheik realizaram o sonho em 2012, sobre o Boca Juniors.

Antes já havia vencido o primeiro Mundial de Clubes da Fifa, em 2000, e, no mesmo 2012, veio o bicampeonato, graças a Paolo Guerrero, contra o Chelsea.

Continua após a publicidade

O sonho agora não é com taças.

É com limpeza.

Que será até mais difícil de obter que as conquistas em campo.

Quais?

Expulsar Duílio Monteiro Alves do clube, porque quem faz contrato com a Taunsa, e reduz multa de atleta como fez com Carlos Miguel, não pode permanecer no Corinthians.

E votar o impeachment de Augusto Melo — nem é preciso elencar todos os seus malfeitos, suficientemente escandalosos para quem quiser ver.

Continua após a publicidade

Os que construíram a história do Corinthians merecem que os conselheiros façam a higienização.

Haverá algum herói alvinegro no Conselho Deliberativo que lidere tal processo?

A resposta é óbvia, mas todos têm o direito de sonhar.

O pesadelo continua.

Opinião

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Deixe seu comentário

Só para assinantes