PUBLICIDADE
Topo

Paulista - 2019

Zaga do Santos atende exigência de Sampaoli e acirra briga com novo reforço

Felipe Aguilar chega com moral, mas Gustavo Henrique e Luis Felipe estão em alta -  Ivan Storti/Santos FC
Felipe Aguilar chega com moral, mas Gustavo Henrique e Luis Felipe estão em alta Imagem: Ivan Storti/Santos FC

Samir Carvalho

Do UOL, em Santos (SP)

26/01/2019 04h00

Os zagueiros Gustavo Henrique e Luiz Felipe, do Santos, acirraram a briga pela titularidade de Felipe Aguilar, colombiano de 26 anos anunciado na última semana pelo clube a pedido do técnico Jorge Sampaoli.

A dupla começou o ano em baixa e sequer tinha permanência assegurada por Sampaoli. Neste domingo (27), no clássico diante do São Paulo, no Pacaembu, passarão pelo principal teste até então na temporada,

Gustavo Henrique, por sinal, chegou a ver o jovem Kaique Rocha, de 17 anos, iniciar os primeiros trabalhos de 2019 como titular e ameaçar o seu posto.

As primeiras aparições da dupla, no entanto, mudaram a visão de Sampaoli. A preocupação do argentino era de que ambos não teriam qualidade com a bola nos pés e comprometeriam parte do seu sistema de jogo, que valoriza a posse de bola e a troca rápida de passes.

A dupla, no entanto, tem o melhor índice entre os titulares no quesito. Luiz Felipe, por exemplo, só errou dois de 124 passes, um aproveitamento de 98,4%, enquanto Gustavo Henrique dois de 120, com 98,3%, segundo estatísticas do Footstats. Além disso, o Santos foi pouco ameaçado e não sofreu gols.

Aguilar foi regularizado nesta sexta-feira (25) pelo clube alvinegro. O jogador tem chances de ser relacionado para o clássico, mas deve ser apenas como opção no banco de reservas.

Sampaoli já mudou o discurso com relação a outro jogador que esteve em xeque no início de temporada, o goleiro Vanderlei. Assim como a dupla defensiva, o treinador enxergava dificuldades para que o camisa 1 pudesse participar efetivamente com os pés e que ganhasse a concorrência com Everson, contratado por R$ 4 milhões do Ceará.

"A ida do Vladimir a outro clube deu a necessidade de trazer um outro goleiro. A prioridade é do Vanderlei, que terminou o ano e começou muito bem em 2019. Nos dá muita segurança. Everson terá de trabalhar para alcançar um goleiro de muito nível. É a concorrência e que defenda o melhor. Vanderlei é um grande goleiro e foi muito bem nesses três jogos", disse o técnico após a vitória por 4 a 0 contra o São Bento, em Sorocaba.

Gustavo Henrique e Luiz Felipe viveram a melhor fase no clube sob o comando do técnico Dorival Júnior, em 2016. Na ocasião, o Santos terminou o Campeonato Brasileiro com umas das melhores defesas da competição. Desde então, a dupla foi desfeita por seguidas lesões e por perderem a concorrência para Lucas Veríssimo, David Braz e outros nomes.