PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Com retornos de convocados, Palmeiras se reapresenta e mira 1ª decisão

Eduardo Baptista comandou um treinamento coletivo - Cesar Greco/Ag. Palmeiras
Eduardo Baptista comandou um treinamento coletivo Imagem: Cesar Greco/Ag. Palmeiras

José Edgar de Matos

Do UOL, em São Paulo (SP)

30/03/2017 18h03

O Palmeiras retornou às atividades na tarde desta quinta-feira, depois da derrota por 1 a 0 para a Ponte Preta, em duelo pela última jornada da fase de grupos do Campeonato Paulista. A principal novidade do trabalho foi o retorno dos colombianos Yerry Mina e Miguel Borja, além do venezuelano Alejandro Guerra, que realizaram um trabalho de recuperação física depois de voltarem das respectivas seleções.

Guerra, por sinal, voltou lesionado dos dois compromissos feitos pela seleção venezuelana. Diagnosticado com duas fraturas no nariz e uma lesão na costela, o camisa 18 é desfalque para o duelo de domingo contra o Novorizontino, fora de casa, pelo primeiro confronto quartas de final do Campeonato Paulista.

Yerry Mina e Miguel Borja, por outro lado, possuem condições físicas para entrarem em campo no final de semana. A dupla deve trabalhar no gramado na tarde desta sexta-feira, quando Eduardo Baptista realizará mais um treino fechado na Academia de Futebol.

Nesta quinta-feira, o treinador comandou um coletivo com um time formado por reservas contra jogadores do sub-18 do clube. Com apenas oito membros de linha da equipe profissional em campo [Antônio Carlos, Egídio, Thiago Santos, Tchê Tchê, Hyoran, Keno, Rafael Marques e Alecsandro], os jovens Afonso (lateral-direito) e Henrique (zagueiro) completaram a equipe.

Enquanto ocorria a atividade coletiva, Michel Bastos e Vitinho permaneceram em um campo anexo e realizaram atividade física. Os dois também devem retornar ao trabalho tático com o grupo nesta sexta-feira, no penúltimo dia de preparação antes do primeiro desafio no mata-mata do Campeonato Paulista.

Futebol