PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Jailson reconhece golaço do Audax e dá recado: 'Vou trabalhar quietinho'

Do UOL, em São Paulo (SP)

25/03/2017 19h02

O tropeço palmeirense neste sábado, depois do empate por 2 a 2 com o Audax, frustrou o retorno do goleiro Jailson ao posto de titular do Palmeiras. O camisa 14, destaque no título brasileiro do ano passado, sofreu um golaço de Léo Arthur e saiu sem a vitória. Apesar da oportunidade, o jogador mantém um discurso ponderado.

Ciente da situação atual dentro do elenco – Fernando Prass, devidamente recuperado, recuperou o posto -, Jailson quer trabalhar agora para substituir o camisa 1 quando necessário.

“Vou trabalhar quietinho para, quando ter uma nova chance, dar conta do recado, como eu fiz no ano passado. O Palmeiras está bem servido de goleiros, não só comigo; Vinicius e o [Daniel] Fuzato. Quando tiver outra chance espero dar conta”, disse.

Em relação ao golaço anotado por Léo Artur, responsável por decretar o empate por 2 a 2, Jailson tratou de adotar um discurso respeitoso, embora desconfie da intencionalidade do lance.

“Sinceramente, não sei se ele [Léo Artur] queria dar a cavada, mas ele foi rápido e está de parabéns”, discursou o goleiro, que deve retornar ao banco de reservas na próxima quarta-feira.

O Palmeiras encerra a participação na fase de grupos do Paulista diante da Ponte Preta, em Campinas. Com 25 pontos, o clube alviverde possui a melhor campanha do Estadual e depende apenas de si no interior para assegurar este posto ao final da primeira fase.

Futebol