PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Juiz que retirou faixa da Gaviões diz 'só vou me preocupar com 90 minutos'

Árbitro Luiz Flavio de Oliveira - Almeida Rocha/Folhapress
Árbitro Luiz Flavio de Oliveira Imagem: Almeida Rocha/Folhapress

Pedro Lopes e Vanderlei Lima

Do UOL, em São Paulo

18/02/2016 19h51

No clássico de domingo entre Corinthians e São Paulo, o árbitro Luiz Flávio de Oliveira se viu envolvido em polêmica ao pedir a retirada de faixas de protesto da organizada corintiana Gaviões da Fiel, que continham dizeres contra a Confederação Brasileira de Futebol, a Federação Paulista, a Rede Globo e o deputado estadual Fernando Capez. Procurado pelo UOL Esporte, Luiz Flávio, inicialmente, falou em orientação da FPF.

“A gente recebe esta orientação da FPF, da CBF, para que não haja manifestação contrária às instituições, ou algo com algum jogador, político, assim como jogadores não podem levantar com mensagens. Então a gente pede que não haja esta manifestação dentro do jogo”, explicou.

Depois do contato do árbitro com a reportagem, entretanto, a FPF emitiu uma nota afirmando que não coíbe nenhum tipo de manifestação pacífica, incluindo nesta categoria as faixas levadas pela Gaviões no domingo

“Na visão da FPF, as faixas expostas nos últimos jogos do Campeonato Paulista não feriram esta lei e, assim como qualquer manifestação pacífica, devem ser respeitadas, sem prejuízo ao andamento da partida”, diz o comunicado.

Em novo contato com o UOL Esporte, Luiz Flávio se disse aliviado agora que a orientação foi esclarecida e as faixas deixam de ser prioridade de preocupação para a arbitragem.

“Agora a gente tem uma autorização para que não mexa em relação a isso. Beleza, vou me preocupar com os 90 minutos e mais nada, ficou mais claro agora. A gente tem que atuar de acordo com o que vem de orientação. Não estamos aqui contra algum tipo de manifestação, apenas seguimos as orientações por segurança e bom senso. Agora a FPF acha que desta forma que não tem problema, é melhor. A gente terá que se preocupar só com os 90 minutos”.

A FPF também já confirmou que não aplicará nenhuma punição a Luiz Flávio de Oliveira. As próximas rodadas do Campeonato Paulista devem ter mais protestos – além da Gaviões, a palmeirense Mancha Alviverde também prepara manifestações.

Futebol