PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Federação Paulista volta atrás e clássico terá torcida do Corinthians

Coronel Marinho voltou atrás na sua determinação e liberou as duas torcidas - Reinaldo Canato
Coronel Marinho voltou atrás na sua determinação e liberou as duas torcidas Imagem: Reinaldo Canato

Do UOL, em São Paulo

06/02/2015 19h16

Depois de afirmar que manteria torcida única no clássico deste domingo entre Palmeiras e Corinthians, a FPF (Federação Paulista de Futebol) voltou atrás e liberou a torcida corintiana. A decisão foi comunicada por meio do site oficial da entidade na tarde desta sexta-feira.

"Por decisão da Meritíssima Juíza da 10ª Vara da Fazenda Pública de São Paulo foi autorizada a venda de ingressos à torcida visitante, no caso a do Sport Club Corinthians Paulista, para o clássico de domingo, dia 08 de fevereiro de 2015. Além disso, a decisão retirou o caráter coercitivo definido na recomendação originária do Ministério Público do Estado de São Paulo", disse o documento.

O comunicado da FPF atribui a mudança de postura à decisão judicial tomada na tarde desta quarta, mas na verdade o recuo tem a ver com a pressão política feita pelo Corinthians. Na decisão desta tarde, a juíza Luiza Rosas eliminou qualquer possibilidade de sanção do Ministério Público e deixou a decisão nas mãos da federação.

Minutos depois, a reportagem entrou em contato com o coronel Marcos Marinho, diretor da FPF, para saber qual seria a posição da entidade. De forma taxativa, o cartola disse que seria mantida a decisão de torcida única no dérbi. Foi só depois da nota oficial do Corinthians, que ameaçou não jogar o clássico, que a federação decidiu recuar.

Irritado, Gobbi atacou todos os envolvidos quando decidiu agir. Desqualificou a recomendação do Ministério Público, chamou de covarde a postura da FPF e se disse traído pelo Palmeiras e seu presidente Paulo Nobre, com quem sempre manteve boa relação. Minutos depois do pronunciamento do cartola do Parque São Jorge, o mandatário alviverde se manifestou.

"A Sociedade Esportiva Palmeiras vem a público informar que acatará qualquer decisão da Federação Paulista de Futebol a respeito da venda de ingressos para o clássico de domingo. Se a orientação for pela autorização de venda de entradas para o visitante, a SEP entregará imediatamente ao Corinthians a carga determinada pela FPF", disse Nobre, reiterando o apreço e o respeito pela figura de Mário Gobbi, tratado por ele como um "amigo".

Futebol