PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Mano vê queda de produção do Cruzeiro e evita falar de arbitragem

Mano Menezes avalia novo empate do Cruzeiro na temporada - Geraldo Bubniak/Cruzeiro
Mano Menezes avalia novo empate do Cruzeiro na temporada Imagem: Geraldo Bubniak/Cruzeiro

Do UOL, em Belo Horizonte

27/03/2017 22h48

Único grande invicto no futebol brasileiro, o Cruzeiro chegou à terceira partida consecutiva sem vencer. A equipe empatou diante de Tomebense, Joinville e Uberlândia. Mano Menezes crê que os resultados apresentam uma queda de produção de seus comandados.

Questionado sobre a sequência negativa contra adversários considerados inferiores, o treinador da Raposa não titubeou:

"Nós tivemos uma queda de produção mesmo e isso tem a ver com a impossibilidade de treinar tanto quanto treinamos na pré-temporada. Mas vamos preparar a equipe para os jogos que teremos agora", comentou.

"O Cruzeiro teve dificuldades de encaixar a marcação no jogo. As circunstâncias são muito diferentes. No jogo de Teófilo Otoni, nós deixamos de jogar. Contra a Tombense, nós massacramos, tomamos o gol e não conseguimos reverter. Hoje foi um ambiente mais hostil, umas situação diferente", acrescentou, fazendo uma comparação dos resultados recentes da equipe de Belo Horizonte.

O treinador ainda evitou avaliar o lance em que Ramón Ábila sofreu pênalti na grande área ao ser derrubado por um defensor do Uberlândia. Segundo o comandante cruzeirense, "não tem nenhuma imagem clara de uma câmera por trás (do gol)".

Futebol