PUBLICIDADE
Topo

Futebol

"Voando", meia coloca interrogação na cabeça de Deivid e deve ganhar chance

Elber celebra gol pelo Cruzeiro diante do Tupi, pela terceira rodada do Mineiro - Washington Alves/Light Press/Cruzeiro
Elber celebra gol pelo Cruzeiro diante do Tupi, pela terceira rodada do Mineiro Imagem: Washington Alves/Light Press/Cruzeiro

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

18/04/2016 06h00

Elber ou De Arrascaeta? Esta é uma pergunta que Deivid se faz ao escalar o Cruzeiro nos compromissos mais recentes. E o treinador, que vinha mantendo o uruguaio entre os titulares, já tem uma resposta para a sequência da trajetória da equipe.

O jovem revelado nas categorias de base deve assumir a posição entre os prediletos do técnico e atuar desde o princípio já na partida de volta da semifinal do Campeonato Mineiro, marcada para o próximo domingo (24), no Mineirão.

Deivid ressaltou que o momento de Elber é excepcional e deixou no ar que pode ser o momento de ele ocupar um lugar na equipe.

"O Elber jogava aqui e não estava rendendo. Ele foi para o Coritiba, não rendeu, voltou para cá, foi para o Sport e fez uma boa temporada. O difícil não é dar treino, é gerir os jogadores. Como eu tiro o Arrascaeta, jogador de seleção, para colocar o Elber? Não é que o Arrascaeta está mal, o Elber que está voando. Quando ele tiver a chance, ele vai abraçar. Tenho que respeitar o momento de cada jogador, mas tenho que ser justo", afirmou.

“Eu posso até ir embora amanhã, mas eles nunca vão falar que o Deivid foi sacana. A minha conversa é olho no olho, sempre a verdade. Pode até doer, mas é a verdade”, acrescentou o comandante.

Embora o treinador creia que Elber vive um momento superior ao de Arrascaeta, os números comprovam que a situação não é tão superior. O uruguaio disputou nove partidas do Mineiro, marcou dois gols e deu uma assistência, além de 19 passes para finalizações de companheiros.

O jovem que surgiu na Toca da Raposa disputou dez compromissos, balançou a rede adversária uma vez e deu passe para um gol apenas também. Ele distribuiu dez assistências para finalizações de seus colegas de elenco.

O responsável pela criação de jogadas deve ser escolhido pelo treinador no decorrer da semana. E quem estiver entre os prediletos de Deivid terá uma grande responsabilidade: auxiliar o Cruzeiro a alcançar a classificação para a final do Estadual.
 

Futebol