PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Cruzeiro pode repetir 2014 e elenco foca título invicto do Mineiro

Jogadores do Cruzeiro esperam celebrar título mineiro invicto - Washington Alves/Light Press/Cruzeiro
Jogadores do Cruzeiro esperam celebrar título mineiro invicto Imagem: Washington Alves/Light Press/Cruzeiro

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

15/04/2016 06h00

O ano de 2014 foi quase perfeito para o Cruzeiro. Comandado por Marcelo Oliveira à época, o time venceu o Campeonato Mineiro de forma invicta, faturou o Brasileirão e foi finalista da Copa do Brasil. Se, por um lado, as estreias nos torneios nacionais nem sequer aconteceram, por outro, a equipe trilha um caminho semelhante no Estadual.

Em 11 partidas disputadas até o momento, o Cruzeiro venceu nove – o que inclui o clássico diante do Atlético-MG – e empatou duas. A campanha é idêntica à realizada há dois anos e que culminou no título regional. A quatro jogos da taça, o desejo na Toca da Raposa II é reforçado: manter a invencibilidade e consequentemente levar mais um troféu para a sede.

"O time está lutando desde o começo, com garra. O Deivid é um excelente treinador, tudo que ele passa tem dado certo, então, a gente comprou a ideia dele e está dando certo. A oportunidade que a gente está tendo, estamos aproveitando. Não tivemos nenhuma derrota. Nosso objetivo é ser campeão invicto", afirmou Douglas Coutinho.

Para que o panorama se repita, os comandados de Deivid terão compromissos difíceis pela frente. A primeira etapa será diante do América-MG. O time de Givanildo Oliveira é o adversário na semifinal. Bastam dois empates para alcançar a classificação. Caso passe pelo oponente desta fase, o Cruzeiro terá que enfrentar Atlético-MG ou URT na decisão. E para obter êxito neste período, duas igualdades são novamente suficientes.

Mas vá dizer aos jogadores que, para manter uma campanha semelhante à de 2014, bastam quatro empates na fase decisiva. Eles querem mais. Pelo menos é o que garante o zagueiro Bruno Rodrigo.

"Temos que procurar entrar nos jogos buscando a vitória, nos manter invictos até o fim. Ficar dependendo da vantagem não dá muito certo. Temos que procurar fazer nosso jogo, o melhor, para buscar a vitória. Caso no final seja necessário, podemos pensar nisso. Mas temos que buscar resultado para não passar sufoco no fim do jogo", comentou.

Futebol