UOL Esporte Campeonato Mineiro
 
Washington Alves/Vipcomm

Diego Renan comemora o segundo gol cruzeirense na vitória sobre a Caldense

30/01/2011 - 18h53

Com boa atuação no 2º tempo, Cruzeiro vence Caldense na estreia no Mineiro

Do UOL Esporte
Em Belo Horizonte

Depois de preocupar sua torcida no primeiro tempo, em que a equipe não se encontrava e chegou a ser ameaçada pelo adversário, o Cruzeiro construiu, na etapa final, a vitória por 3 a 0 sobre a Caldense, neste domingo, na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas. O gol de pênalti, marcado por Wellington Paulista, aos 20 min do segundo tempo, mudou a história do jogo que estava difícil para o time de Cuca.

Na etapa inicial, o Cruzeiro repetiu um problema apresentado na temporada passada, que foi a deficiência nas finalizações. No começo do segundo tempo, a Caldense criou pelo menos duas oportunidades para sair à frente do marcador, mas o árbitro Cleisson Veloso Pereira marcou pênalti de Ivo sobre Thiago Ribeiro. Logo depois de Wellington Paulista converter a cobrança, Diego Renan aproveitou bem uma chance e fez o segundo gol, tranquilizando a situação. Dudu ainda fez o terceiro gol, aos 41 min.

PRINCIPAIS LANCES

PRIMEIRO TEMPO
15 min Na base do toque de bola, o zagueiro Léo recebe livre, na área adversária, mas chuta torto, para fora
17 min Thiago Ribeiro faz boa jogada pela direita e bate forte. O goleiro Glayson põe a escanteio
23 min Rivaldo, da Caldense, recebe a bola sozinho na área, chuta forte, mas a bola sai pela linha de fundo
25 min Mirandinha, puxa contra-ataque pela esquerda do ataque da Caldense, chuta cruzado, a bola passa por Fábio, mas saia pela linha de fundo
34 min Wellington Paulista chuta forte de fora, mas Glayson faz a defesa e na sobra Thiago Ribeiro chuta. A bola sai pela linha de fundo
41 min Gilberto dá bela puxada, mas o goleiro Glayson faz a defesa segura
SEGUNDO TEMPO
16 min Mirandinha chuta forte, mas antes da chegada de Fabrício, Fábio desvia com a mão, nas sequência do lance Thiago Ribeiro chuta forte de fora da área e Glayson defende
20 min - GOOOLLL DO CRUZEIRO!!! Wellington Paulista bate e converte pênalti, cometido por Ivo sobre Thiago Ribeiro
22 min - GOOOLLL DO CRUZEIRO!!! Wellington Paulista toca para Diego Renan dentro da área, que chuta na saída de Glayson para o fundo do gol
40 min - GOOOLLL DO CRUZEIRO!!! Wallyson chuta, Glayson rebate e a bola sobra para Dudu bater firme para o gol

Dessa forma, o Cruzeiro obteve um triunfo, pela quinta vez consecutiva em sua estreia no Campeonato Mineiro. A última vez que isso não aconteceu, foi em 2006, quando visitou o Democrata, em Governador Valadares, e a partida terminou empatada sem gols.

O técnico Cuca apostou no entrosamento da equipe cruzeirense, que foi armada só com jogadores que participaram da campanha do vice-campeonato brasileiro, em 2010. Marquinhos Paraná, contundido de última hora, foi substituído por Pablo. O treinador deixou no banco dois dos sete reforços contratados: o zagueiro Fabrício Carioca e o atacante Reis.

O primeiro tempo começou com o Cruzeiro pressionando a Caldense, mas encontrando dificuldades para superar o forte esquema defensivo armado pelo adversário. Mesmo sem Jonathan, que se transferiu para o Santos, o lado direito cruzeirense, com o apoio de Rômulo, novo titular da posição, seguiu como ponto forte do time, a exemplo da temporada 2010. Foi por aquele setor que a equipe de Cuca criou suas melhores chances de gols.

Numa delas, Thiago Ribeiro, aos 17 min, quase marcou, após boa jogada pelo lado direito, quando obrigou o goleiro Glayson a fazer difícil defesa. Além disso, nos primeiro 25 minutos de jogo, foram cinco escanteios pelo lado direito, sempre cobrados pelo argentino Montillo, sem que seus companheiros conseguissem aproveitar.

A Caldense seguia bem fechada na defesa, tentando explorar os contra-ataques e levou perigo ao gol defendido por Fábio. Aos 23 min, o time visitante teve ótima oportunidade. Mirandinha disputou a bola com a zaga oponente, a bola sobrou para Rivaldo, que, livre, bateu para fora. Dois minutos depois, foi a vez de Mirandinha arriscar chute cruzado, da esquerda, que passou pelo goleiro cruzeirense, mas foi para fora.

Depois de dois sustos seguidos, o Cruzeiro, que apresentava falhas em seu sistema defensivo, voltou a assumir o controle da partida e chegou novamente ao ataque. Ao contrário do início, o time de Cuca passou a usar mais o lado esquerdo do ataque. Aos 33 min, Diego Renan fez boa jogada, mas chutou fraco, facilitando a defesa do goleiro da Caldense. Já aos 35 min, Glayson soltou a bola chutada por Wellington Paulista e, no rebote, Thiago Ribeiro errou o alvo.

A etapa inicial seguiu com boas chances criadas e desperdiçadas dos dois lados. Numa delas, Gilberto fez jogada de efeito, quando finalizou em um voleio, que foi defendido pelo goleiro adversário. O veterano jogador fez gestos pedindo apoio para a torcida, que pouco antes havia pedido por Roger, que nem ao menos foi relacionado por Cuca.

“A equipe deles está bem fechada, mas temos de manter a mesma concentração que as jogadas vão sair”, avaliou o lateral-esquerdo Diego Renan, sem conseguir esconder o cansaço, após 45 minutos disputados sob calor intenso. O atacante Mirandinha destacou o perigo levado pela Caldense em alguns contra-ataques. “Não soubemos aproveitar, esperamos ser mais eficientes no segundo tempo”, complementou.

O segundo tempo começou com a Caldense conseguindo chegar com perigo à área do Cruzeiro, em rápidos contra-ataques. Aos 16 min, Fábio evitou gol certo. Mas com a cobrança de pênalti convertida por Wellington Paulista, a Caldense não mais resistiu.

Aí prevaleceu a maior categoria do time cruzeirense, que fez 2 a 0 com Diego Renan e ainda desperdiçou outras chances para ampliar o marcador, o que acabou acontecendo aos 41 min, quando o jovem meia Dudu, que havia substituído Montillo, fez o terceiro gol do time de Cuca.

Ao final do jogo, Gilberto, que foi substituído na etapa final por Pedro Ken, reconheceu não ter aprovado as declarações de Roger, que pediu publicamente uma chance a Cuca. Segundo Gilberto, essa disputa por posições deve ficar restrita ao ambiente interno do grupo de jogadores. No outro jogo do Campeonato Mineiro, que começou às 17h deste domingo, o Guarani goleou o Ipatinga, por 5 a 0, em Divinópolis.

Ficha da Partida

Cruzeiro Cruzeiro Técnico: Cuca
1. Fábio
2. Romulo
18. Wallyson
3. Léo
4. Gil
6. Diego Renan
5. Pablo
8. Henrique
7. Gilberto
15. Pedro Ken
10. Montillo
16. Dudu
11. Thiago Ribeiro
9. Wellington Paulista
3 0
Caldense-MG Caldense-MG Técnico: Paulo Cezar Catanoce
1. Glayson
2. Ivo
13. Robinho
3. André Alves
4. Anderson Carvalho
6. Márcio Loyola
16. Flavinho
5. Rafael Dias
7. Mário
8. Maxsuel
10. Luisinho
11. Mirandinha
9. Rivaldo
17. Fabrício

Data: 30/01/2011 - 17h00

Local: Arena do Jacaré

Árbitro: Cleisson Veloso Pereira

Auxiliares: Celso Luiz da Silva e Marcus Vinícius Gomes

Público: 4.151

Renda: 82.980

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host