PUBLICIDADE
Topo

Esporte

"Não estamos pensando apenas em CR7", diz dirigente do Atlético de Madri

Cristiano Ronaldo tem o Atlético de Madri como uma das maiores vítimas da carreira - Gerard Julien/AFP
Cristiano Ronaldo tem o Atlético de Madri como uma das maiores vítimas da carreira Imagem: Gerard Julien/AFP

Do UOL, em São Paulo (SP)

17/12/2018 11h32

Cristiano Ronaldo entrou novamente no caminho do Atlético de Madri. Hoje na Juventus, o craque português vai encarar o clube espanhol pelas oitavas de final da Liga dos Campeões da Europa. A presença do atacante, que defendeu o Real por quase uma década, é tratada com naturalidade pelo diretor Clemente Villaverde.

Leia mais

Em entrevista concedida depois do sorteio que colocou o Atlético no caminho da Juventus, o dirigente preferiu valorizar o elenco italiano ao invés de concentrar todos os elogios ao craque português, que somou 22 gols em 31 duelos contra os colchoneros durante a passagem pelo Real.

"A Juventus está dominando na Itália e será difícil, mas vamos ver como ambos chegaremos em fevereiro. Estamos bem, os dois times. Não pensamos apenas em Cristiano Ronaldo e, sim, em uma grande equipe", declarou o dirigente, sem lamentar encarar um favorito logo nas oitavas de final.

"Estamos felizes por estarmos nesta fase da Champions League. Sabíamos que os times do pote 1 eram todos fortes; mas, se você quer chegar a uma final, tem que competir contra os melhores. A Juventus está entre os melhores", completou Clemente Villaverde.

O Atlético de Madri terminou com a segunda colocação do Grupo A e entrou como membro do pote 2 no sorteio desta segunda-feira. O Liverpool foi outro time no grupo das potências a acompanhar a equipe da capital espanhola no grupo dos vice-líderes.

A equipe de Diego Simeone, sempre favorita a ir longe no torneio, é tratada com muito respeito pela Juventus. Também nesta segunda, Pavel Nedved, lenda enquanto jogador e agora dirigente do clube italiano, lamentou encarar os espanhóis nesta etapa do torneio.

Esporte