PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Messi destoa, e estrelas ficam devendo na primeira rodada da Champions

Você falou em craque? Messi sobra em rodada na qual demais estrelas ficam devendo - LLUIS GENE / AFP
Você falou em craque? Messi sobra em rodada na qual demais estrelas ficam devendo Imagem: LLUIS GENE / AFP

Do UOL, em São Paulo

20/09/2018 04h00

O retorno da Liga dos Campeões não foi tão estrelado quanto se imaginava nesta semana. Dos dez melhores jogadores da última temporada segundo a Fifa, apenas Lionel Messi e Luka Modric tiveram atuações livres de críticas na primeira rodada da fase de grupos do torneio. Cristiano Ronaldo, Neymar, Salah, Harry Kane e vários outros ficaram devendo.

Na terça-feira (18), Messi roubou a cena logo de cara, na goleada por 4 a 0 sobre o PSV. Foi dele o primeiro gol da fase de grupos desta Champions League, em linda cobrança de falta, e também a primeira 'tripleta'. O argentino foi o único a entregar o espetáculo que se esperava de quem está na lista dos dez melhores no prêmio ‘The Best’ da Fifa — os outros nove foram mais discretos, sem anotar gols.

Artilheiro da última Copa do Mundo, Henry Kane passou em branco na derrota do Tottenham para a Inter de Milão. Já Mohamed Salah, sensação da última temporada, foi o menos brilhante da vitória do Liverpool sobre o PSG, que ainda teve um Neymar apático e um Mbappé muito aquém do mostrado no Mundial na Rússia. A terça ainda teve em campo Griezmann, que não fez chover mas pelo menos deu assistência na virada do Atlético de Madri sobre o Monaco.

Nesta quarta (19) houve mais altos e baixos. Eleito o melhor da última Copa, Modric deu lançamento de tirar o fôlego para Bale marcar na vitória do Real Madrid sobre a Roma. Décimo na lista do ‘The Best’, o zagueiro Varane também não foi mal. Do outro lado da moeda, no entanto, está um ex-madridista: Cristiano Ronaldo estreou pela Juventus na Champions da pior forma possível, sendo expulso com meia hora de jogo.

Outros dois destaques da temporada passada, os belgas De Bruyne e Hazard não entram na comparação por motivos diversos. O meia do Manchester City está lesionado, tendo visto de fora o time de Pep Guardiola — também ele próprio uma estrela — decepcionar e perder do Lyon na Liga dos Campeões. Já o camisa 10 do Chelsea não vai joga a competição porque sua equipe participa da Liga Europa.

Esporte