PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Federação Egípcia confirma lesão de Salah e mostra otimismo com ida à Copa

Caio Carrieri

Colaboração para o UOL, em Kiev (UCR)

26/05/2018 19h06

A Federação Egípcia de Futebol mostrou otimismo com a presença de Mohamed Salah na Copa do Mundo, apesar do atacante ter sido substituído aos 31 minutos do primeiro tempo na derrota do Liverpool por 3 a 1 para o Real Madrid, na final da Liga dos Campeões, no Estádio Olímpico de Kiev (UCR). Em nota oficial, a entidade confirmou que o jogador foi submetido a exames no ombro, mas que estava confiante em sua ida para a Rússia.

“O dr. Mohammed Abu Ola, médico da seleção, conversou por telefone com o médico do Liverpool e foi informado que Salah sofreu uma lesão no ombro. Ele foi submetido a exames para determinar sua gravidade, o tratamento adequado e o tempo de recuperação. Ele estava otimista que Salah poderia jogar a Copa do Mundo”, escreveu.

Em lance com Sérgio Ramos, o egípcio com o peso do corpo sobre o ombro esquerdo e deixou o gramado aos prantos.

Depois da partida, Jurgen Klopp, técnico do Liverpool, confirmou o Raio X. “É muito ruim para Mo (Salah), ruim para nós e muito ruim para o Egito”.

De acordo com Lovren, zagueiro dos Reds, o ambiente no vestiário foi de absoluto silêncio após o revés, com o protagonista do time inconsolável. "Ele chorou muito", disse o defensor.

Salah deixou o estádio com o braço esquerdo imobilizado e com semblante extremamente triste. Ele não concedeu entrevistas.

Esporte