PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Boca barra Ábila e deixa Tevez no banco; Pratto é titular no River

Ábila, autor do primeiro gol do Boca contra o River na ida, vai ficar no banco - AP Photo/Andre Penner
Ábila, autor do primeiro gol do Boca contra o River na ida, vai ficar no banco Imagem: AP Photo/Andre Penner

Do UOL, em São Paulo (SP)

09/12/2018 16h50

O Boca Juniors tem uma surpresa na escalação para a final da Copa Libertadores, marcada para este domingo (9), no Santiago Bernabéu. Titular durante boa parte do mata-mata da competição, o ex-cruzeirense Ramón Ábila vai começar o clássico contra o River Plate no banco de reservas. O técnico Guillermo Barros Schelotto optou pela escalação do talismã Dario Benedetto.

Leia mais

Precisando vencer para sair campeão diante do maior rival, depois do empate por 2 a 2 no duelo de ida em La Bombonera, o Boca Juniors terá três atacantes diante do maior rival. Benedetto, autor de quatro gols nos últimos três jogos pelo torneio sul-americano, terá a companhia do colombiano Villa e do argentino Pavón, que se recuperou de lesão sofrida na primeira partida.

O Boca Juniors vai a campo com Andrada; Buffarini, Magallán, Izquierdoz e Olaza; Nández, Barrios e Pérez; Pavón, Benedetto e Villa. Ábila, autor do primeiro gol do Boca na ida, faz companhia a Carlitos Tevez entre os suplentes.

O River Plate, por outro lado, terá uma escalação mais cautelosa para encarar o maior rival. Sem Rafael Borré, suspenso, o técnico Marcelo Gallardo optou por reforçar o meio-campo e dar uma maior liberdade ao camisa 10 Pity Martínez.

O time millonario vai buscar o seu quarto título de Libertadores com Armani; Montiel, Maidana, Pinola e Casco; Pérez, Ponzio, Palacios e Fernández; Pity Martínez e Lucas Pratto.

Quem vencer será campeão. Um novo empate leva a partida para a prorrogação; nova igualdade no tempo-extra fará os dois gigantes argentinos decidirem o vencedor nas penalidades máximas.

Futebol