PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Conmebol descarta final fora da Argentina e cita "igualdade ao River"

Final da Libertadores ainda não tem nova data definida para acontecer  - REUTERS/Marcos Brindicci
Final da Libertadores ainda não tem nova data definida para acontecer Imagem: REUTERS/Marcos Brindicci

Pedro Ivo Almeida

Do UOL, em São Paulo

25/11/2018 16h59

Depois de adiar mais uma vez neste domingo (25) a final da Libertadores entre River Plate e Boca Juniors, a Conmebol ainda não divulgou uma nova data para que o jogo seja disputado. Uma coisa, no entanto, a entidade não abre mão: a decisão será na Argentina.

Surgiram alguns rumores na imprensa sul-americana que falavam que a final poderia ser disputada em outros países: Paraguai (Assunção), Abu Dhabi (Emirados Árabes) e Colômbia chegaram a ser citados. O UOL Esporte apurou que a Conmebol descarta qualquer situação assim e classificação como “impossível” uma decisão fora de solo argentino.

Dirigentes da alta cúpula da entidade ouvidos pela reportagem explicaram que o critério de “igualdade esportiva” adotado para adiar a partida será mantido para remarcar uma data.

Como o primeiro jogo foi disputado no campo do Boca Juniors com torcida única da equipe, assim será o segundo duelo: com torcedores do River Plate apenas. Seria ir contra a “igualdade esportiva” ao River se a partida fosse em outro país.

A entidade vê que é necessário que se mantenha a “igualdade ao Boca na questão do adiamento por falta de condições de seus jogadores após ataque ao ônibus da equipe e igualdade ao River na questão definição do campo de jogo”.

Sobre uma nova data, o dia e o horário da decisão ainda não foram definidos. A Conmebol sabe que o prazo é curto e projeta uma final no início de dezembro, antes do Mundial de Clubes da Fifa para que não tenha um conflito de datas.

Futebol