PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Questionado sobre Grêmio x River, zagueiro do Boca diz: "Que se matem"

Amilcar Orfali/Getty Images
Imagem: Amilcar Orfali/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

30/10/2018 22h27

Em busca de uma vaga na final da Copa Libertadores, o Boca Juniors visitará o Palmeiras em São Paulo na quarta (31). Era de se esperar que os atletas do time argentino ficassem de olho no finalista que sairá de Grêmio x River Plate, mas o jogo desta terça não parece ser prioridade para eles.

"Cada um tem de focar na sua tarefa. Nós não pensamos em River ou Grêmio. Estaremos atentos a qualquer um que passar hoje, não importa. Mas se pensarmos nisso, nos confundiremos. Eles que se resolvam, não temos o que fazer. Que se matem para ver quem chega à final", disse Carlos Izquierdoz, zagueiro do Boca.

O elenco xeneize já está em São Paulo. A equipe argentina desembarcou na cidade na noite desta terça (30), às vésperas da partida de volta da semifinal da Libertadores, contra o Palmeiras.

"Temos de seguir concentrados, jogar os 90 minutos da mesma forma, sair e buscar a vantagem. Temos que fazer o máximo de esforço, estar concentrados, mas não sair como loucos pois não podemos nos descuidar. Temos de estar atentos a todos os detalhes", afirmou o atleta.

O Boca Juniors construiu vantagem no jogo de ida, na Argentina, após bater o Palmeiras por 2 a 0, com dois gols de Benedetto, que deixou o banco de reservas no segundo tempo e garantiu a vitória da equipe.

Mais uma vez, ele reiterou que não pensa em outro time que não seja o Palmeiras. "Temos de pensar no nosso rival. A partida de ida foi duríssima, conseguimos uma vantagem boa, mas foi muito duro. Amanhã vai ser ainda mais duro", avaliou Izquierdoz.

Segundo a imprensa argentina, o zagueiro deve ser titular contra o Palmeiras. O técnico Guillermo Schelotto, que está suspenso e não comanda o Boca na beira do gramado, ainda não divulgou qual equipe entrará em campo.

Futebol