PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Jael revela silêncio até com a esposa antes da semi: "100% focado"

Centroavante disse que tem falado "o mínimo possível" em casa antes da decisão - Lucas Uebel/Grêmio
Centroavante disse que tem falado 'o mínimo possível' em casa antes da decisão Imagem: Lucas Uebel/Grêmio

Do UOL, em Porto Alegre

29/10/2018 18h28

Renato Gaúcho pede, reiteramente, concentração aos jogadores do Grêmio e Jael tem levado isso muito a sério. Nesta segunda-feira (29), o centroavante afirmou que tem falado o mínimo possível até mesmo com a própria esposa para manter a cabeça no segundo jogo contra o River Plate, pela semifinal da Libertadores.

Sem Luan, ainda em recuperação de lesão na coxa direita, Jael será titular de novo.

"Esse momento é de concentração total. De tirar o peso mesmo e o Renato fala sempre, jogar tranquilo, jogar leve. Descansar… Difícil é para quem acorda às 3h ou 4h da manhã para trabalhar. Nós temos o privilégio de jogar futebol. Deus nos deu esse dom, é semifinal de Libertadores e eu procuro relaxar. Procuro falar o mínimo possível, até com minha esposa, para estar 100% focado. Concentrado", comentou Jael.

Na partida de ida, no Monumental de Nuñez, Jael foi escalado para dar profundidade ao ataque e cumpriu o papel. Além disso, o camisa 9 ajudou a aumentar o número de jogadores para a bola aérea. A fase do jogo acabou sendo decisiva pelo gol de Michel, no segundo tempo.

"Eu gosto muito desses jogos. Eu amo esses jogos… Gostaria que só tivesse esses jogos. Eu me transformo, literalmente, em campo", disse o centroavante. "Não tem como, em uma semifinal de Libertadores. Não tem ninguém que não entre para rasgar. Rasgar no bom sentido. Saber que é uma semifinal de Libertadores, contra uma grande equipe. Todo mundo tem consciência que é jogo grande, grandioso", completou Jael.

Em Buenos Aires, a postura do Grêmio surpreendeu o River. Sem espaços para jogar, o time argentino ficou longe de marcar gols e ainda foi vazado. A invencibilidade de quase um ano em casa acabou e a equipe de Renato Portaluppi tem ao seu lado vantagem importante.

"Nós conseguimos uma pequena, mas importante vantagem. Sabemos que vai ser um jogo diferente. Só quando começar o jogo mesmo para nós entendermos como o River vai vir, como ele vai jogar. Eles precisam do resultado, é uma grande equipe e estava há tempos sem perder. Temos que respeitar, é um tricampeão da Libertadores. Somos tri também, estamos defendendo o título. Só quando começar o jogo para saber como vai ser", declarou Jael.

Grêmio e River Plate se enfrentam nesta terça-feira, em Porto Alegre, às 21h45 (Brasília). Com a vitória por 1 a 0 no jogo de ida, em Buenos Aires, o time gaúcho pode até empatar que avança à final da Libertadores. O vencedor do duelo encara o ganhador do cruzamento Palmeiras e Boca Juniors na decisão.

Futebol