PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Grêmio é obrigado a se reinventar sem centroavantes em decisão

Lucas Uebel/Grêmio
Imagem: Lucas Uebel/Grêmio

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

18/09/2018 04h00

O Grêmio enfrenta o Atlético Tucumán-ARG, nesta terça-feira (18), novamente sendo obrigado a se reinventar. Assim como foi no início do ano passado, o time terá de se adaptar às baixas. O problema é que o cenário atual, vivido em meio às quartas de final da Libertadores, não tem nenhuma opção de função específica. Com as lesões de Jael e André, Renato Gaúcho será forçado a improvisar. Thaciano deve ficar com a vaga, mas o papel de centroavante não.

Na arrancada de 2017, o Grêmio perdeu Walace e Douglas. Depois, conviveu com as ausências de Maicon por lesões em série. Na atual temporada, sentiu a saída de Edilson e também Arthur. Agora, pelo menos, os problemas são médicos.

A presença de um centroavante pode parecer irrelevante em um time que controla o jogo ou se propõe a isso, mas com Renato Gaúcho o atacante com função mais avançada tem peso. Tanto que, ao longo da temporada passada o Grêmio fez grande esforço para ter essa figura. Primeiro, apostou em Jael. Depois, investiu e fechou com Lucas Barrios. Em 2018, pagou cerca de R$ 10 milhões para ter André e em determinado momento acumulou três nomes da função.

Jael surpreendeu com a reação no pós-operatório e pode até voltar antes do prazo inicial de 35 dias. André precisa de cerca de três semanas para se recuperar de lesão na panturrilha. Seja como for, ambos estão fora do jogo no interior da Argentina. Um duelo onde a referência no ataque deverá fazer falta pelo estilo do adversário.

A forma de jogo do Tucumán já pesou na decisão sobre a lateral direita. Léo Moura foi escalado contra o Paraná e Leonardo Gomes será titular na Argentina para injetar vigor ao setor de marcação pelo lado direito. Portanto, o Grêmio considera o rival no seu plano de jogo.

Sem ambos os centroavantes, Renato Gaúcho pode adiantar Luan ou Cícero para função de falso nove e preencher o meio-campo com Thaciano ou até Jean Pyerre. Thonny Anderson, que atuou como atacante mais avançado contra o Paraná, corre por fora neste páreo.

Outra possibilidade é resgatar uma ideia do ano passado: Everton mais avançado. Artilheiro do Grêmio em 2018, o meia-atacante agrega velocidade e agilidade, mas peca na imposição. O plano de fixar o jovem como alternativa a Lucas Barrios em 2017 foi arquivado rapidamente.

FICHA TÉCNICA
TUCUMÁN-ARG X GRÊMIO

Data e hora: 18/09/2018 (terça-feira), às 21h45 (Brasília)
Local: estádio José Fierro, em San Martín de Tucumán (ARG)
Transmissão: Fox Sports
Árbitro: Wilmar Roldán (COL)
Auxiliares: Cristian De La Cruz (COL) e Jhon Alexander Leon (COL)

TUCUMÁN-ARG: Luchetti; San Roman, Bianchi, Cabral e Abero; Mercier, Aliendro, Acosta e Leyes; Pulga Rodriguez e Leandro Diaz
Técnico: Ricardo Zielinski

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Leonardo Gomes, Geromel, Kannemann e Bruno Cortez; Maicon, Cícero, Ramiro, Thaciano e Everton; Luan
Técnico: Renato Gaúcho

Futebol