PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Michel treina 20 dias após cirurgia e pode reforçar Grêmio no Equador

Volante do Grêmio fez artroscopia no joelho esquerdo no final de setembro - Lucas Uebel/Grêmio
Volante do Grêmio fez artroscopia no joelho esquerdo no final de setembro Imagem: Lucas Uebel/Grêmio

Do UOL, em Porto Alegre

19/10/2017 19h48

Vinte dias depois de passar por artroscopia no joelho esquerdo, Michel voltou a treinar com bola. O volante foi a grande atração no treinamento do Grêmio nesta quinta-feira (19). Assim, o volante cria a chance de reforçar o Tricolor na semifinal da Copa Libertadores. A previsão mais recente indicava que ele não teria condições de enfrentar o Barcelona-EQU.

O Grêmio ainda aguarda resposta de Michel ao treino, mas o volante pode aparecer até diante do Palmeiras, no domingo, pelo Brasileirão. O jogo na Arena serviria para dar ritmo de jogo.

A atividade no CT Presidente Luiz Carvalho movimentou os reservas do jogo diante do Corinthians, em São Paulo, na quarta-feira. Michel foi incorporado ao grupo e participou normalmente de um coletivo.

Antes da bola rolar no treino, o jogador conversou com a comissão técnica no gramado.

No final de setembro, Michel teve problema no menisco e foi submetido a cirurgia. A intervenção surpreendeu e o prazo dado pelos médicos era de 20 a 30 dias para retorno aos treinos. Mesmo com a evolução clínica acima do esperado, o Grêmio não apontava o retorno antes de novembro.

Diante do Palmeiras, o Grêmio irá preservas os titulares mais desgastados fisicamente. Luan, de volta após 56 dias por conta de convocação e lesão, começará a partida para readquirir ritmo. Contra o Corinthians o meia-atacante jogou por 75 minutos.
Horas depois do jogo contra o Palmeiras, o Grêmio embarca para o Equador em voo fretado. Na quarta-feira, em Guaiaquil, o Tricolor abre o duelo de semifinal da Libertadores com o Barcelona. A partida de volta, em Porto Alegre, está marcada para 1º de novembro.

Futebol