PUBLICIDADE
Topo

Futebol

WTorre se explica sobre Palmeiras fora do Allianz nas quartas da Liberta

Allianz Parque estará reservado para um festival de shows na época das quartas de final - Reprodução/Facebook
Allianz Parque estará reservado para um festival de shows na época das quartas de final Imagem: Reprodução/Facebook

José Edgar de Matos

Do UOL, em São Paulo (SP)

24/06/2017 04h00

O Palmeiras já sabe que, caso avance às quartas de final da Copa Libertadores, não terá o Allianz Parque para o confronto previamente marcado para a terceira semana de setembro. A WTorre confirmou ao UOL Esporte a informação, citada pelo jornal 'Lance!' em entrevista com o presidente Mauricio Galiotte, e explicou o porquê de o clube alviverde não contar com a arena para o possível jogo decisivo.

O atual campeão brasileiro inicia a briga por um lugar nas quartas de final da competição sul-americana daqui a duas semanas, em confronto diante do Barcelona-EQU. Caso avance nos dois jogos, o time comandado por Cuca terá o mando de jogo no segundo duelo contra o vencedor de Atlético-PR ou Santos, donos de campanhas inferiores.

As datas reservadas para os jogos de volta das quartas de final da Libertadores (19, 20 e 21 de setembro) coincidem com a preparação para o festival de música que terá o Allianz Parque como palco. Serão quatro noites de shows, com início marcado para o dia 21, com a apresentação da renomada banda The Who.

Pela preparação para receber quatro grandes bandas (além de The Who, Bon Jovi (23), Aerosmith (24) e Guns N'Roses (26) também se apresentarão na arena), o Allianz estará fechado nas datas reservadas pela Conmebol.

O festival, de acordo com a construtora no comunicado enviado à reportagem do UOL Esporte, estava reservado desde o ano passado, o que inviabilizou qualquer ação para liberar a arena para a próxima etapa de mata-mata da Libertadores. Assim, caso avance, o time de Cuca deverá novamente recorrer ao Pacaembu, palco mais utilizado nas saídas da arena.

Confira o comunicado da WTorre na íntegra:

O Allianz Parque, em resposta ao questionamento enviado pelo portal UOL, informa que, infelizmente, a partida de volta das quartas de final da Copa Libertadores não poderá acontecer na arena - caso o clube garanta sua classificação, como torcemos. Em janeiro de 2016, antes da divulgação do novo calendário da competição internacional (que ocorreu apenas em setembro do ano passado), o estádio foi reservado para a realização de um grande festival de música - como explicado em outras ocasiões, algumas turnês internacionais são marcadas com muita antecedência.

Por essa razão, ocasionalmente, a arena não poderá receber a determinada partida. Isso, ao contrário do que muitos acreditam, não é bom para o negócio, pois quanto maior o número de eventos, maior o público e a receita. É por essa razão que a arena solicitou à empresa promotora do show do cantor Ed Sheeran (realizado em maio passado) a mudança da data do evento. Naquela ocasião foi possível alterar a data da atração, o que permitiu à arena receber os jogos do Palmeiras já programados, bem como aquele maravilhoso show.

Mesmo quando não há a certeza de determinadas partidas (como no caso de torneios classificatórios, como a Libertadores), o Allianz Parque prioriza o calendário do Palmeiras, como ocorrerá entre os meses de outubro e novembro, em que a arena abriu mão de alguns shows que acontecerão em outros locais.

O Allianz Parque é, prioritariamente, a casa do Palmeiras, mas também é a casa dos principais shows e eventos, pois é a única arena multiuso de fato do país, erguida sem nenhum real de subsídios. Justamente por isso, a arena precisa receber eventos "extra futebol" para sua perfeita manutenção e aprimoramento.

Temos certeza que, assim como nós, a torcida do Palmeiras se orgulha do modelo de negócios da sua "casa", onde foram investidos mais de R$ 700 milhões, por uma empresa privada, que é o maior contrato de investimento da história do futebol brasileiro.

Futebol