PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Dorival vê clubes brasileiros desamparados pela CBF na Libertadores

Dorival disse que Santos foi prejudicado em jogos fora de casa na competição continental - Antônio Cícero/Photopress/Estadão Conteúdo
Dorival disse que Santos foi prejudicado em jogos fora de casa na competição continental Imagem: Antônio Cícero/Photopress/Estadão Conteúdo

Samir Carvalho

Do UOL, em Santos (SP)

24/05/2017 00h19

Após a goleada do Santos diante do Sporting Cristal por 4 a 0 nesta quarta-feira, na Vila Belmiro, em jogo que garantiu a primeira colocação da equipe santista no Grupo 2 da Copa Libertadores da América, o técnico Dorival Júnior disparou críticas contra a CBF (Confederação Brasileira de Futebol). Clique aqui e veja os gols.

Para o treinador, os clubes brasileiros estão desamparados e desprotegidos na competição continental. Dorival cobra atitude dos dirigentes da entidade perante a Conmebol.

O comandante santista alega que o Santos foi bastante prejudicado pela arbitragem durante os três jogos que realizou fora de casa até o momento na Libertadores: diante de Sporting Cristal, Santa Fe e The Strongest.

Além dos prejuízos do Santos, Dorival citou indiretamente as punições que a Conmebol aplicou nos clubes brasileiros – casos de Palmeiras, punido com suspensão, e Chapecoense, que perdeu três pontos por escalar atleta irregular e foi desclassificada.

“A CBF não se posiciona há tempos, os clubes brasileiros são desprotegidos e desamparados e isso gera essas questões (punições). As pessoas querem comandar sem exercerem funções. Acaba acontecendo o que acontece quando atuamos fora do país. A entidade que teoricamente teria que comandar e nos amparar está sem condições de fazer isso”, afirmou Dorival.

“Dependemos exclusivamente das nossas forças e condições. Nas três partidas fora fomos muito prejudicados pela arbitragem. Tivemos um espírito mais do que guerreiro. Até quando teremos a força? Só Deus sabe. Mas estamos totalmente desamparados e desprotegidos”, completou.

Mesmo com os problemas citados por Dorival, o Santos terminou a fase de grupos da Libertadores na primeira colocação, com 12 pontos ganhos. 

Futebol