PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Vitor Bueno explica "quase golaço" e não se anima com posição de Lucas Lima

Meia Vitor Bueno atua pelo lado direito, mas pode jogar centralizado na vaga de Lucas Lima - AP/Juan Karita
Meia Vitor Bueno atua pelo lado direito, mas pode jogar centralizado na vaga de Lucas Lima Imagem: AP/Juan Karita

Samir Carvalho

Do UOL, em Santos (SP)

23/05/2017 23h52

O meia Vitor Bueno explicou o “quase golaço” que marcou na goleada do Santos diante do Sporting Cristal por 4 a 0 nesta quarta-feira, na Vila Belmiro, em jogo que garantiu a primeira colocação da equipe santista no Grupo 2 da Copa Libertadores da América. Clique aqui e veja os gols.

Isso porque o camisa 7 havia driblado dois marcadores, com direita a meia-lua e drible no goleiro, mas preteriu a finalização e escolheu tocar a bola para Kayke. Com isso, o zagueiro cortou e a bola sobrou novamente para Vitor Bueno marcar o gol.

“Verdade (perdeu a chance de marcar golaço). Eu vi o movimento do zagueiro, achei que ele daria o carrinho, por isso quis tocar, talvez não fosse a melhor opção, mas fui feliz e fiz gol”, afirmou Bueno ao SporTV.

O camisa 7 não se mostrou animado ao ser questionado se poderia assumir a função de Lucas Lima, que sofreu lesão muscular e desfalcará nas próximas rodadas.

“São estilos de jogos diferentes. Eu acostumei a jogar do lado do campo. O professor me colocou ali (lado direito) e acabei e acostumando. Quem joga ali (centralizado) não esquece, e se o professor quiser me colocar alí, eu vou fazer a função”, disse.

Após golear os peruanos pela Libertadores, o Santos volta a campo neste domingo, novamente na Vila Belmiro, diante do Cruzeiro, em jogo válido pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro.  

Futebol