PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Presidente diz que Grêmio passou por 'situações constrangedoras' na estreia

Jogadores do Toluca comemoram gol de Enrique Triverio contra o Grêmio na Libertadores  - AP Photo/Christian Palma
Jogadores do Toluca comemoram gol de Enrique Triverio contra o Grêmio na Libertadores Imagem: AP Photo/Christian Palma

Do UOL, em Porto Alegre

19/02/2016 12h54

O presidente do Grêmio, Romildo Bolzan Júnior, avaliou a derrota para o Grêmio contra o Toluda, na partida de estreia pela Libertadores, no México, com muita firmeza. Segundo ele, o time gaúcho passou por 'situações constrangedoras' em campo, por força da altitude. 

"Temos dois adversários de altitude assim. Teremos o mesmo problema contra a LDU. Tivemos situações constrangedoras em função disso. Este é o diagnóstico. Não nos assusta em termos de resultado, mas nessa questão fisiológica de desempenho. Mas temos certeza que vamos nos recuperar nos próximos jogos", disse o mandatário. 
 
Os rivais citados por Bolzan são LDU [em Quito, com 2,8 mil metros de altitude] e Toluca [com 2,6 mil metros]. No primeiro jogo, o time acabou superado por 2 a 0. Também por isso, os jogadores não querem deixar que a classificação dependa do duelo no Equador. 
 
Abalados, os membros da delegação gremista retornaram a Porto Alegre na manhã desta sexta-feira. Apenas os reservas estarão em campo diante do Novo Hamburgo, pelo Gauchão. 
 
Miller Bolaños já treina com bola, mas ainda não tem condições de jogo por conta da falta de publicação de contrato no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF. 

Futebol