PUBLICIDADE
Topo

Libertadores - 2019

Colombianos viajam por mais de 40 dias de carona e são surpreendidos com portões fechados

Colombianos são surpreendidos com portões fechados do Pacaembu  - Luiz Paulo/UOL
Colombianos são surpreendidos com portões fechados do Pacaembu Imagem: Luiz Paulo/UOL

Gustavo Franceschini e Luiz Paulo Montes

Do UOL, em São Paulo

27/02/2013 18h59

Cinco torcedores colombianos do Millonarios foram surpreendidos com a decisão da Conmebol em fechar os portões para a partida contra o Corinthians, pela Copa Libertadores. O problema é que o grupo viajou por mais de 40 dias e sempre de carona para chegar ao Brasil.

Os torcedores saíram de Bogotá no dia 10 de janeiro e tiveram de se separar para facilitar nas caronas. Todos se encontraram novamente apenas em São Paulo há três dias e depois de passar por Bolívia, Peru e Argentina.

Somente quando chegaram à capital paulista é que os colombianos foram informados de que a Conmebol decidiu que a partida entre Corinthians e Millonarios seria realizado sem a presença da torcida por conta da morte do jovem boliviano Kevin Espada, de 14, na partida do time brasileiro contra o San José, na Bolívia.

“Descobrimos aqui que não poderíamos ver o jogo e como os hotéis em São Paulo estão muito caros, tivemos que dormir na rodoviária da Barra Funda”, afirmou Oscar Marin, um dos torcedores, já nos arredores do Pacaembu.

A viagem do grupo, no entanto, não terminará em São Paulo. Todos seguirão, na base da carona novamente, para Oruro para acompanhar a partida contra o San José.