PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Show de Willian: Chelsea faz 5 no Stoke com atuação brilhante do brasileiro

Willian teve participação decisiva na goleada do Chelsea deste sábado - Divulgação/Chelsea
Willian teve participação decisiva na goleada do Chelsea deste sábado Imagem: Divulgação/Chelsea

Do UOL, em São Paulo (SP)

30/12/2017 14h50

Ainda que longe do avassalador Manchester City na disputa pelo título do Campeonato Inglês, o Chelsea ratificou a sua força na última partida do clube em 2017. Com tranquilidade e grande atuação do meia-atacante Willian, a equipe dirigida pelo italiano Antonio Conte derrotou o Stoke City pelo placar de 5 a 0 e assumiu momentaneamente a vice-liderança da competição.

O segundo resultado positivo consecutivo deixou o Chelsea com 45 pontos, dois à frente do Manchester United, que entra em campo a partir das 15h30 (de Brasília) para encarar o Southampton, em Old Trafford. O Stoke City, dono da pior defesa da liga com 45 gols sofridos, segue estacionado com apenas 20 pontos, próximo à zona do rebaixamento.

Diante da chance de pressionar o Manchester United na briga pela segunda colocação, o Chelsea tratou de impor-se rapidamente. Logo aos 3min, Willian cruzou na medida para o zagueiro alemão Rudiger desviar de cabeça para o gol. Apenas seis minutos depois, o meio-campista Drinkwater acertou chute de fora da área e ampliou o marcador.

A participação de Willian se mostrou fundamental para o Chelsea transformar um simples triunfo em goleada. Ainda aos 23min da primeira etapa, o camisa 22 tocou para Pedro, e o espanhol acertou belo arremate para fazer 3 a 0. Já próximo ao fim do jogo, o próprio brasileiro, após sofrer pênalti, deslocou o goleiro Butland para anotar o quarto do jogo. O italiano Zapacosta fechou o placar.

O placar confortável reforça o Chelsea para a segunda parte da temporada, ainda mais antes de um clássico. O próximo compromisso de Willian e companhia está marcado para o dia 3, data da partida contra o Arsenal, pelo Campeonato Inglês. O Stoke, por outro lado, abre 2018 contra o Newcastle, dia 1.

Willian garçom

O brasileiro ganhou espaço nas últimas semanas e deu mais uma amostra da boa fase que vive com a camisa do Chelsea. Em menos de 30 min foram duas assistências para Rudiger e Pedro anotarem o primeiro e terceiro gols da equipe, respectivamente. Para coroar a excelente atuação, Willian deixou a sua marca de pênalti, sofrido por ele mesmo.

Febre espanhola

A “febre espanhola” ganhou mais um capítulo em Stanford Bridge. Com o gol de Pedro, o Chelsea tem 21 tentos anotados por atletas nascidos na Espanha, maior número em todas as principais ligas europeias – inclusive, a espanhola. Quem mais se aproxima da legião ibérica de Antonio Conte é a Real Sociedad, com 20 gols de espanhóis na liga local.

Pedro agora soma quarto gols no Campeonato Inglês, um a menos do que Marcos Alonso. O centroavante Álvaro Morada é o artilheiro espanhol da equipe com 10 gols; Fábregas e Azpilicueta também balançaram as redes nesta temporada.

Dezembro (quase) perfeito

O Chelsea termina o ano embalado, com um mês de dezembro quase que perfeito. Foram sete partidas pelo Campeonato Inglês com cinco vitórias, um empate e apenas uma derrota – 1 a 0 para o West Ham. A ascensão já coloca o time de Conte em uma posição estável dentro da zona de classificação para a próxima Liga dos Campões. Só não dá para ainda pensar em título devido ao desempenho soberbo do Manchester City de Pep Guardiola.

Esporte