PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Vitória pelo torcedor: D'Ale diz que vaga está em segundo plano no Inter

D"Alessandro avaliou a derrota do Inter no clássico Gre-Nal deste domingo - Ricardo Duarte/Inter
D'Alessandro avaliou a derrota do Inter no clássico Gre-Nal deste domingo Imagem: Ricardo Duarte/Inter

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

18/03/2018 19h40

O Inter tem poucas chances de classificação. Depois de levar 3 a 0 do Grêmio, neste domingo (18), o Colorado precisa de quatro de vantagem no duelo de volta, quarta-feira, para seguir no Gauchão. Mas o meia D'Alessandro não se importa tanto com a vaga, e sim com a vitória para resgatar a autoestima do torcedor.

"Temos que entender o clássico. É aqui como em qualquer lugar, como todos, têm que ganhar. Não é jogar bem, é ganhar. Todos sabemos disso. Precisamos ganhar na quarta pelo torcedor", disse.

O Internacional levou um gol no fim do primeiro tempo e no segundo mais dois. Depois do jogo, tratou de reconhecer o bom momento vivido pelo Grêmio.

"Enfrentamos um time que joga junto há bastante tempo. Temos que reconhecer que o Grêmio tem um time encaixado, trabalhado, vem jogando competições internacionais, um time um pouco mais cascudo que o nosso. Nos doamos, corremos, não falta atitude ou vontade. Perder o clássico dói. Trabalhamos para ganhar na quarta. Classificar está em segundo plano. Temos que dar uma vitória para o nosso torcedor, que merece. Temos que ganhar, sim", referiu.

Por fim, D'Alessandro fez questão de lembrar os momentos positivos do Inter, no passado, ao finalizar sua manifestação.

"Já passamos por muitos momentos felizes, durante muito tempo. O torcedor aproveitou, comemorou, por muito tempo. A fase hoje é outra, estamos em estruturação. Ainda temos sequelas dos últimos anos e vai demorar a sair. O torcedor tem que entender que nós vamos demorar um pouco, e ajudar. Todos estão chateados, e eu sei que vão nos cobrar, que vão xingar em treinamento amanhã. Mas precisamos deles. Sei que pode perder qualquer jogo, menos o Gre-Nal. Mas isso aconteceu com o Grêmio por muito tempo, nós comemoramos, eles não, e hoje a fase é outra. No futebol muda muito, toda hora. E continuaremos trabalhando", finalizou.

Para avançar o Inter precisa bater o Grêmio por quatro gols de diferença no jogo de volta, na próxima quarta-feira, no Beira-Rio. Se fizer 3 a 0, a decisão vai para a disputa de pênaltis.

Futebol