PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Nova função, assistência e elogios. Arthur vira "bola da vez" no Grêmio

Arthur estreou na Libertadores como meia e agradou direção e comissão técnica - Lucas Uebel/Divulgação Grêmio
Arthur estreou na Libertadores como meia e agradou direção e comissão técnica Imagem: Lucas Uebel/Divulgação Grêmio

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

22/04/2017 04h00

Arthur, 20 anos, é a nova sensação no elenco do Grêmio. Formado nas categorias de base, o volante cresceu ainda mais na hierarquia interna depois da atuação contra o Guaraní-PAR. A função inédita combinada com assistência para o gol de Pedro Rocha serviram para confirmar o status recebido pelo presidente Romildo Bolzan Jr: a bola da vez entre os jovens do Tricolor.

A definição do dirigente foi dada no começo de abril e se confirmou em Assunção, na terceira rodada do grupo 8 da Libertadores.

Arthur foi titular do time reserva do Grêmio e mais do que isso, estreou no torneio mais importante do continente como meia. Uma função que nunca havia desempenhado no elenco principal. No chamado time de transição, disputou algumas partidas com a missão. E só.

“Sinceramente, não joguei muito como meia. Joguei no Transição assim, mas no profissional foi a primeira vez. Mas me senti bem”, comentou.

Volante de origem, ele foi adaptado pela visão de jogo e técnica. “Em alguns momentos da semana, procurei descobrir o Arthur. Tem qualidade, muita força e visão de jogo. Eu precisei, coloquei e o garoto foi muito bem. Já tinha ido bem diante do América-MG”, comentou Renato Gaúcho.

A partida diante do América-MG, pela Primeira Liga, foi uma espécie de teste. Arthur jogou na função de Maicon, mais recuado em relação ao jogo no Defensores del Chaco. Mas com papel de temporizador do jogo, acelerando ou cadenciado a transição.

A técnica e a dinâmica dele encantaram dirigentes e integrantes da comissão.

Arthur estreou como profissional em 2015, ainda na gestão de Luiz Felipe Scolari, mas seguiu alternando a rotina entre o time principal e o grupo de transição. Somente neste ano ele foi promovido de vez para o elenco.

Com o status de "bola da vez" confirmado, Arthur passa a ser opção imediata a Maicon e Ramiro no meio-campo. A dupla tem sido titular na temporada. Michel, Jaílson, Kaio, Machado e os laterais Marcelo Oliveira e Leonardo são as demais alternativas para a função. Mas nenhuma com tanta moral como a nova sensação do grupo tem.

Futebol