PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Inter leva multa de R$ 50 mil e escapa de perda de mando após briga

Pedras foram arremessadas por torcedores do Inter no jogo contra o VEC - Reprodução/PFC
Pedras foram arremessadas por torcedores do Inter no jogo contra o VEC Imagem: Reprodução/PFC

Do UOL, em Porto Alegre

16/02/2017 14h33

O Internacional foi multado em R$ 50 mil por conta da confusão entre torcidas organizadas na estreia do Gauchão, contra o Veranópolis, no estádio Antônio David Farina. O caso foi julgado no TJD-RS (Tribunal de Justiça Desportiva do Rio Grande do Sul) nesta quinta-feira (16).

A denúncia enquadrou o Inter no artigo 213 do CBJD (Código Brasileiro de Justiça Desportiva) e previa perda de até 10 mandos de campo.

Em seu voto, a Procuradoria pediu punição com perda de quatro mandos de campo. Mas os auditores não seguiram a linha e votaram por punição pecuniária.  

A decisão acabou ficando em: multa de R$ 50 mil ao Internacional, multa de R$ 10 mil ao Veranópolis e suspensão de um ano às torcidas “Popular” e “Camisa12”.

O jogo entre Inter e Veranópolis era disputado normalmente até que, aos 18 minutos do primeiro tempo, uma briga generalizada entre membros das organizadas Camisa 12 e Popular fez o árbitro Daniel Soder interromper a partida, que ficou parada por 17 minutos.

Eram socos e chutes no início, mas logo um grupo de torcedores saiu do estádio e passou a arremessar pedras do lado de fora para arquibancada. Algumas caíram até no campo.

As pedras que caíam perto dos torcedores viravam armas entre os que já se agrediam, revelando momentos de tensão de parte a parte. Depois de algum tempo, a Brigada Militar conseguiu conter os ânimos. Quase 50 pessoas foram detidas.

Futebol