PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Neymar desequilibra e comanda virada do PSG junto com Cavani

Christian Hartmann/Reuters
Imagem: Christian Hartmann/Reuters

João Henrique Marques

Do UOL, em Paris (FRA)

26/09/2018 17h54

O PSG levou um susto logo no início do jogo, mas Cavani e Neymar conduziram a equipe à virada em pleno Parque dos Príncipes, nesta quarta-feira (26), contra o Reims, pela sétima rodada do Campeonato Francês. Juntos, o brasileiro e o uruguaio marcaram três dos quatro gols da equipe na vitória por 4 a 1.

O resultado faz o PSG manter o 100% de aproveitamento no Campeonato Francês. A equipe é líder isolada da competição com 21 pontos, oito pontos a mais que o vice-líder Lyon. Já o Reims está na 14ª posição, com oito pontos.

O PSG volta a campo no próximo sábado (29), quando visita o Nice. Já o Reims recebe o Bordeaux, no mesmo dia.

O melhor: Cavani

Cavani comemora gol do PSG sobre o Reims - Christian Hartmann/Reuters - Christian Hartmann/Reuters
Imagem: Christian Hartmann/Reuters

Dois gols, sendo um deles um golaço de cobertura e o pênalti sofrido. Tudo no primeiro tempo. O uruguaio demonstrou incrível raça mesmo com a goleada no placar e levantou a torcida. No segundo tempo, ainda perdeu incrível gol, mas nada que afete o brilho da exibição. No fim do jogo, ele ainda perdeu a chance de fazer um hat-trick, ao mandar a bola na trave.

O pior: Mendy

Mendy sai do gol durante a partida entre PSG e Reims - REUTERS/Christian Hartmann - REUTERS/Christian Hartmann
Imagem: REUTERS/Christian Hartmann

O goleiro do Reims demonstrou grande insegurança em jogadas aparentemente simples. O maior deles, o terceiro gol do PSG, quando tinha facilidade para segurar a bola, mas a deixou escapar no pé de Cavani. Além disso, abusou de defesas em dois tempos.

Neymar desequilibra marcação jogando como meia

Neymar comemora gol do PSG contra o Reims - REUTERS/Christian Hartmann - REUTERS/Christian Hartmann
Imagem: REUTERS/Christian Hartmann

Neymar seguiu atuando como meia na partida contra o Reims e deu muito trabalho para a marcação. Bastante incisivo, o brasileiro chegou a desconcertar dois marcadores em uma jogada no segundo tempo, que levantou a torcida.

Antes disso, já havia sido dele a jogada que resultou no quarto gol. Neymar se livrou da marcação ainda no meio de campo e tocou para Diaby, livre pela direita. O francês rolou para Meunier, que completou para as redes.

Reims assusta logo no início

O Reims precisou de apenas três minutos para deixar tenso o Parque dos Príncipes. Chavarria chegou ao fundo pela esquerda e tocou para trás. Chavalerin apareceu livre de marcação e bateu firme para balançar as redes.

Cavani e Neymar dão a resposta

A resposta do PSG veio dois minutos mais tarde. Cavani entrou pela direita e tocou por cima para encobrir o goleiro Mendy. Quase 20 minutos mais tarde, o uruguaio apareceria mais uma vez para ser derrubado por Konan dentro da área. Pênalti.

Responsável pelas cobranças no PSG, Neymar cumprimentou Cavani pela jogada, pegou a bola e bateu no canto direito de Mendy, que caiu para o outro lado. 2 a 1 para o PSG.

Goleiro falha feio, e Cavani marca mais um

Cavani aproveita falha do goleiro e marca para o PSG contra o Reims - REUTERS/Christian Hartmann - REUTERS/Christian Hartmann
Imagem: REUTERS/Christian Hartmann

O PSG deixou o placar ainda mais confortável antes mesmo do intervalo. Aos 44 minutos, Neymar cobrou falta em direção à área, Mendy saiu muito mal e deixou a bola cair no pé de Cavani. O uruguaio só teve o trabalho de mandar para o fundo das redes.

Tuchel faz testes e mexe nas laterais

Para o duelo contra o Reims, o técnico Thomas Tuchel fez alguns testes no time titular, especialmente nas laterais.

Promessa da base, Dagba começou o jogo na lateral direita. O jovem, contudo, se machucou a coxa logo aos 22 minutos e precisou ser substituído por Meunier. Do outro lado, o volante Nsoki começou o duelo na lateral esquerda. Por último, Diaby foi o titular do ataque contra Di María.

Neymar é caçado no primeiro tempo

Neymar cai e reclama de dores durante jogo entre PSG e Stade de Reims - Christian Hartmann - Christian Hartmann
Imagem: Christian Hartmann

Mais incisivo contra a marcação, Neymar foi bastante caçado no primeiro tempo. O lateral Konan e o volante Romao foram responsáveis por entradas duras no brasileiro. O último, inclusive, acabou recebendo cartão amarelo.

A força das entradas em Neymar incomodou a comissão técnica Thomas Tuchel. Em uma das faltas, os funcionários do PSG foram até o treinador do Reims reclamar da violência.

Jordan acompanha partida, e torcida protesta

Michael Jordan assiste a partida entre PSG e Reims - REUTERS/Christian Hartmann - REUTERS/Christian Hartmann
Imagem: REUTERS/Christian Hartmann

Lenda da NBA, Michael Jordan compareceu ao Parque dos Príncipes para acompanhar a partida entre PSG e Reims. O clube de Paris fechou uma parceria para utilizar o uniforme com a marca "Air Jordan" nos jogos da Liga dos Campeões.

O acordo, contudo, não caiu bem na torcida organizada do PSG. Os fãs levaram uma faixa para o estádio criticando a novidade. "É uma camisa de futebol ou de basquete?", questionava.

Bruna Marquezine vibra com gol de Neymar

A partida entre PSG e Reims contou com a presença ilustre de Bruna Marquezine. Na Europa por causa da semana de moda em Milão, na Itália, a atriz foi à França para acompanhar o jogo do namorado Neymar.

Bruna contou com a companhia do youtuber Matheus Mazzafera. Foi ele quem fez o registro nas redes sociais no momento em que o brasileiro balançou as redes em cobrança de pênalti e a atriz comemorou efusivamente nas arquibancadas.

Esporte