PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Torcida única 'ressuscita' rodada final do 1º turno; Fla tem vantagem

Bernardo Gentile e Vinicius Castro

Do UOL, no Rio de Janeiro

17/02/2017 19h20

Com as semifinais praticamente definidas, a última rodada do Campeonato Carioca tinha apenas o jogo entre Vasco e Portuguesa como real atração. Porém, a decisão do Juizado Especial do Torcedor e dos Grandes Eventos do Rio que definiu torcida única em todos os clássicos - somente os mandantes terão torcedores no estádio - mudou o panorama.

Se antes o mando de campo não fazia muita diferença para os clubes, agora a história é diferente. Isso porque os dois clubes que mais pontuarem na fase de grupos da Taça Guanabara terão a vantagem do empate e de jogar com a torcida na semifinal do turno. O Flamengo tem os mesmos 12 pontos do Fluminense, mas marcou dois gols a mais e leva vantagem sobre os demais até o momento.

Os confrontos da rodada final definirão quais serão as semifinais da Taça Guanabara. Se não houver mudança nos posicionamentos atuais, Flamengo e Vasco fariam um dos duelos. Neste caso, o Rubro-negro é quem fez mais pontos e seria o mandante da partida - e, portanto, teria sua torcida a favor. Mesma situação vive o Fluminense, que mediria forças com o Madureira com o mando de campo.

O regulamento do Campeonato Carioca prevê ainda que haverá um sorteio para definir quem será o mandante das finais de cada turno. A vantagem pelos pontos acumulados na fase de grupo é válida somente nas semifinais, tanto de turno quando no geral.

O regulamento é o mesmo para a Taça Rio. Na semifinal geral do Campeonato Carioca, será levado em conta as melhores campanhas para que os mandantes sejam definidos. Já na finalíssima, o time de melhor campanha escolhe se deseja ser o mandante da primeira ou da segunda partida decisiva. No novo cenário do futebol carioca, nunca se desejou tanto jogar em casa.

Futebol