PUBLICIDADE
Topo

Barcelona sofre, mas consegue virada no fim contra penúltimo do Espanhol

BENJAMIN CREMEL/AFP
Imagem: BENJAMIN CREMEL/AFP

Do UOL, em São Paulo

03/11/2018 18h35

Quase uma semana após golear o Real Madrid, o Barcelona sofreu para voltar a vencer no Campeonato Espanhol. Neste sábado (3), o time catalão superou o Rayo Vallecano por 3 a 2, no Estádio Vallecas, após estar perdendo até os 41 minutos do segundo tempo. Suárez, duas vezes, e Dembélé foram os autores dos gols do triunfo

O Barça parecia construir mais uma vitória tranquila ao abrir a placar logo no início da partida, com Suárez. Com pouco brilho, porém, a equipe comandada por Ernesto Valverde permitiu a reação do Rayo Vallecano. Pozo e Álvaro Garcia garantiram a primeira virada do jogo. Dembélé, aos 41 do segundo tempo, igualou, e Suárez, na sequência, anotou o segundo dele para garantir a vitória no sufoco.

Com a vitória, o Barcelona abre vantagem na liderança do Espanhol, com 24 pontos - quatro à frente do Atlético de Madri, que tropeçou diante do Leganés no início da rodada. O Rayo  Vallecano soma seis pontos e está na 19ª posição.

Na próxima rodada, o Barcelona recebe o Betis, sábado (11), no Camp Nou. Antes disso, o time catalão enfrenta a Inter de Milão, terça-feira (6), pela fase de grupos da Liga dos Campeões. Já o Rayo Vallecano volta a campo na próxima semana diante do Villarreal.

O melhor: Suárez

Suárez comemora gol do Barcelona contra o Rayo Vallecano - BENJAMIN CREMEL/AFP - BENJAMIN CREMEL/AFP
Imagem: BENJAMIN CREMEL/AFP

Apesar da atuação irregular do Barça, Suárez foi o grande nome da partida. O uruguaio abriu o placar para a equipe e garantiu a virada nos últimos minutos. O atacante ainda teve boa chance de marcar mais um, quando carimbou a trave em belo chute da entrada da área.

O pior: Coutinho

Philippe Coutinho passou praticamente despercebido na partida deste sábado. Sem participar da criação da equipe, o brasileiro quase não se fez notar no período que esteve em campo. Ele foi substituído aos 21 minutos do segundo tempo para a entrada de Munir.

Barça sai na frente, acomoda e leva empate

O Barcelona tomou a iniciativa no início da partida e não demorou para abrir o placar. Aos 10 minutos, Rakitic fez um lançamento milimétrico de muito longe para Alba, que invadiu a área pela esquerda e cruzou rasteiro para Suárez completar para o gol. Mas o que parecia ser o início de uma vitória tranquila do time catalão logo mudou de cenário. O Rayo Vallecano reagiu na segunda metade da etapa inicial e chegou ao empate.

Aos 35 minutos, Pozo aproveitou bola sobrada na entrada da área e bateu colocado, sem chances para Ter Stegen. Pouco antes, o próprio Pozo havia desperdiçado uma chance clara de marcar ao antecipar a marcação e completar cruzamento rasteiro para fora.

Suárez carimba a trave

Logo após sofrer o empate, o Barcelona deu sinais de reação e por muito pouco não retomou a vantagem com um golaço. Suárez tabelou com Rafinha na entrada da área e bateu com categoria. A bola carimbou a trave e foi para fora.

Estrela de técnico brilha e Rayo consegue virada

Rayo Vallecano comemora gol contra o Barcelona - JAVIER BARBANCHO/REUTERS - JAVIER BARBANCHO/REUTERS
Imagem: JAVIER BARBANCHO/REUTERS

O técnico Míchel teve participação decisiva quando o Rayo Vallecano conseguiu a virada para cima do Barcelona, aos 12 minutos do segundo tempo. Isso porque o treinador apostou na entrada de Álvaro García na vaga de Trejo e viu o comandado balançar a rede logo no primeiro minuto em campo. Além disso, o gol também teve uma boa dose de oportunismo. Após De Tomás aproveitar cruzamento e cabecear na trave, García apareceu livre para completar no rebote.

Suárez e Dembélé garantem vitória no fim

O Barcelona perdia até os 41 minutos do segundo tempo, mas uma reação incrível garantiu o triunfo da equipe de Ernesto Valverde. Quando a derrota já parecia encaminhada, Dembélé apareceu e igualou o placar para a equipe. O francês aproveitou desvio de Piqué dentro da área e mandou para o gol. Três minutos depois, a virada catalã. Suárez completou cruzamento de Sergi Roberto e apareceu sozinho dentro da área para completar para a rede. 

Brasileiros fazem partida apagada  

Rafinha em ação contra o Rayo Vallecano - BENJAMIN CREMEL/AFP - BENJAMIN CREMEL/AFP
Imagem: BENJAMIN CREMEL/AFP

Os brasileiros Philippe Coutinho, Arthur e Rafinha estiveram em campo neste sábado. O trio, no entanto, teve atuação apagada no confronto. O melhor momento aconteceu logo no início do segundo tempo, aos cinco minutos, quando Rafinha teve boa chance pelo lado direito da área, mas finalizou para fora. Os três foram substituídos ao longo da segunda etapa.

Briga antes da partida

Antes da partida deste sábado, torcedores de Barcelona e Rayo Vallecano entraram em confronto nos arredores do Estádio Vallecas. De acordo com a rádio espanhola "Cadena SER", três pessoas ficaram feridas. Em nota oficial, o Barça repudiou a ação dos torcedores.